CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Vendedeiras afastadas das ruas da Cidade de São Filipe 30 Outubro 2016

As vendedeiras que ocupavam as ruas e avenidas da cidade de São Filipe, na ilha do Fogo, começam a ser retiradas desses locais. Essa medida da Câmara originou uma pequena contestação por parte daquelas que faziam das ruas da cidade o local de venda. Algumas reclamam melhores condições no mercado municipal. Já outras recusam a vender no mercado pedonal. Mas a Câmara decidiu não permitir mais vendas nas ruas.

Vendedeiras afastadas das ruas da Cidade de São Filipe

O asemanaonline esteve nas ruas de São Filipe e constatou-se uma discussão "quentes" entre fiscais do serviço de saneamento municipal e as vendedeiras. Tudo porque estas recusavam-se a sair das ruas.

Mesmo com as chamadas de atenção por parte da fiscalização, os ambulantes continuavam a invadir calçadas, passeios e estacionamentos, atrapalhando tanto quem transita a pé, como quem circula de carro na cidade. Foi isso que levou a CM a retirar as vendedeiras e peixeiras das ruas e a desobstruir as passadeiras.

Desde então, nota-se nos últimos dias alguma acalmia nas ruas da cidade. É as poucas vendedeiras mais persistentes começam a aceitar a ideia de que vender no mercado é a melhor solução. O que mais chama a atenção, pela negativa, é a venda de peixes, verduras e hortaliças nas ruas.

Apesar dos investimento da autarquia, que construiu o mercado municipal, as peixeiras preferiam vender à porta, impedindo a circulação das pessoas. Mas “há outras razões que falam mais alto: o ganha-pão para os nossos familiares”, dizem.

Quanto às vendedeiras de roupas, algumas continuam nas ruas, aguardando por uma “solução” da edilidade. Sobre estas medidas, apesar da insistência deste jornal, não foi possível ouvir a Câmara Municipal.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau