ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Banco Mundial e FMI vão reforçar apoio a Cabo Verde na implementação da sua agenda de reformas 13 Outubro 2017

O Banco Mundial (BM) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) reafirmam o interesse em continuar a apoiar Cabo Verde na implementação da sua agenda de reformas, visando o desenvolvimento do país. Segundo o governo, estas garantias foram dadas ao Ministro das Finanças de Cabo Verde nos encontros que vem mantendo com diversos departamentos do Banco Mundial e do FMI, no âmbito da sua deslocação a Washington, nos Estados Unidos da América (EUA), para a edição de 2017 (de 13 a 15 de outubro) das reuniões anuais das Instituições da Bretton Woods.

Banco  Mundial e FMI vão reforçar apoio a Cabo Verde na implementação da sua agenda de reformas

Em nota, informa o Palácio da Varzea que, no início desta semana, Olavo Correia esteve reunido com o Vice-Presidente do BM, Maktar Diop, que garantiu um reforço financeiro do BM a Cabo Verde, no âmbito da alocação de verbas do International Development Association (IDA) 18, para as reformas ligadas ao sector empresarial do Estado, setor financeiro e energético, para a educação e inclusão social. Neste encontro, o Ministro pôde apresentar os avanços das reformas que temos em curso no país, incluindo a decisão do actual Governo para a reestruturação da TACV, a situação macroeconómica e as perspectivas positivas para a economia de Cabo Verde.

Conforme a mesma fonte, Maktar Diop confirmou o seu interesse em visitar Cabo Verde, em Dezembro deste ano, acompanhado do Administrador de Cabo Verde no BM, Seydou Bouda e equipa. Já a Country Director do BM, Louise Cord, deverá visitar Cabo Verde ainda este mês de Outubro para concluir o Diagnóstico Sistemático de País (SCD), em curso, e despoletar o processo de elaboração da nova estratégia de cooperação com Cabo Verde, enquadrado nessa nova série de financiamentos.

A fazer fé na mesma fonte, o Fundo Monetário Internacional (FMI) confirmou também estar engajado em apoiar Cabo Verde na implementação da sua agenda de reformas. Neste sentido, o FMI pretende avançar com uma missão ao nosso país, nos próximos meses, tendo a agenda de reformas no centro dessa deslocação, conforme avançou a Olavo Correia, o Chefe de Missão do FMI para Cabo Verde, Max Alier, na reunião que tiveram na terça-feira, em Washington.

Nesse encontro, o Ministro apresentou os últimos desenvolvimentos da situação macroeconómico de Cabo Verde, em relação aos quais Max Alier reagiu, segundo o governo, muito positivamente.

Ainda no quadro da sua deslocação à capital norte-americana, Olavo Correia teve a oportunidade de reunir-se com o Administrador Executivo de Cabo Verde no FMI, Alexandre Tombini, onde fizeram um apanhado da relação entre o país e esta organização internacional, tendo o administrador também reforçado a disponibilidade do FMI em apoiar Cabo Verde com Assistência Técnica em várias áreas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau