CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Governo apresenta projectos estruturantes para S. Vicente esta sexta-feira em Mindelo 30 Junho 2017

Com a presença do Primeiro Ministro, José Ulisses Correia e Silva, dos ministros José da Silva Gonçalves e Eunice Silva, o projecto da Zona Económica Especial em São Vicente, o Parque Tecnológico, a Escola do Mar, o Terminal de Cruzeiros, os Projectos Turísticos S. Pedro Hills e ZDTI de Salamansa vão ser apresentados esta sexta-feira, 30, em Mindelo. Esta iniciativa do governo surge depois de um grupo de cidadãos, a partir das redes sociais, ter convocado os sanvicentinos para uma manifestação, no dia 5 de Julho, dia da celebração dos 42 anos da independência nacional, com o slogan “Estamos cansados de ser ignorados, basta”.

Governo apresenta projectos estruturantes para S. Vicente esta sexta-feira em Mindelo

Conforme diz o governo em nota, pelas 10 horas, os mindelenses poderão assistir a apresentação dos mesmos no salão da Câmara de Comércio de Barlavento, com excepção feita ao maior projecto, considerado o mais estruturante para a ilha de S. Vicente, o da Zona Económica Especial, que irá acontecer na sede do INDP, às 16 horas.

O projecto da Zona Económica Especial de Economia Marítima em São Vicente (abreviado por Zona Económica Especial de São Vicente ou ZEEMSV) , é uma iniciativa deste Governo e um projecto nacional cuja visão é inserção competitiva de Cabo Verde na economia regional e internacional, aproveitando as vantagens comparativas do país (o mar, a localização geográfica e a estabilidade social e política), transformando-as em competitivas. Isto sem contar com a transformação de São Vicente numa ilha moderna virada para o mundo e ao serviço da economia marítima, catalisando o desenvolvimento da região norte de Cabo Verde.

Em termos operacionais, o Governo pretende com este projecto desenvolver de forma integrada um conjunto de infraestruturas, indústrias e negócios ligados ao mar, criando assim as mínimas condições para sua implementação (ou seja realizando Investimentos nas infraestruturas na ilha e criando legislação favorável para a melhoria do ambiente de negócios) por forma a atrair investimentos e fomentar o desenvolvimento de negócios, garantir a integração da economia marítima com os outros sectores na região norte do país, e ao mesmo tempo possa atrair investimentos de várias origens (sejam chineses e asiáticos, europeus, americanos, africanos).

Para o Palácio da Várzea, a China é um dos principais parceiros de Cabo Verde neste dossiê, estando nesta fase engajada na elaboração do estudo de viabilidade e planeamento.

Fundamenta o executivo de Ulisses Correia e Silva que a ZEEMSV é um projecto piloto em África e que, após a elaboração do estudo de viabilidade e planeamento, o Governo pretende também criar uma legislação especial para a Zona Económica Especial de São Vicente.

Entretanto, este iniciativa do governo de anunciar projectos estruturantes para Mindelo surge depois de um grupo de cidadãos, a partir das redes sociais, ter convocado os sanvicentinos para uma manifestação, no dia 5 de Julho, dia da celebração dos 42 anos da independência nacional, com o slogan “Estamos cansados de ser ignorados, basta”, protestando “contra política centralista e discriminatória em relação a S.Vicente».

Recorde-se que o programa do Governo da IX legislatura define que nos próximos 10 anos Cabo Verde deverá ser uma Nação que valoriza o oceano, e quer transformá-lo num dos mais importantes factores de criação de riqueza do país.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau