ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Porque perguntas? 09 Novembro 2016

Anti-sistema e anti-globalização?

Por: Alexandres Santos

Notícias: 1ª Factos da governação nacional – a chegada de importante delegação do governo conservador britânico a Cabo Verde e a participação do Governo na Web Summit e Global Forum, ao mais alto nível. 2ª A vitória-surpresa (será?) do improvável candidato Donald Trump.

O triunfo de Trump, de imediato e como já se previa, começou a agitar os mercados: as bolsas reagiram mal (num primeiro momento), o dólar desceu face ao euro, o peso mexicano desceu ao nível mais baixo de quase uma década, etc., etc. A perturbação era visível nas declarações dos principais "players" da economia mundial, como se viu no testemunho de Martin Schulz.

Vitória surpreendente? Os desempregados, a classe média empobrecida, os mais necessitados, os que foram mais atingidos pela crise destes últimos anos — e que culpam a onda de globalização que os deixou para trás — que respondam.

Este ano o historial das presidenciais dos EUA regista recordes que vários estudos nos próximos tempos e mais além vão ter de esclarecer. A começar por: Porque é que D.T. ultrapassou 15 candidatos republicanos? Na busca da resposta, também a ciência económica terá muito que aprender.

Para o imediato, é o choque expresso em vários sectores da economia mundial. O choque que pode trazer as mudanças desejadas pelos mais vulneráveis que sofrem com a globalização? E nós por cá? Quais as consequências para o país, a nossa comunidade nos Estados Unidos?

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau