ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Cobrar bagagens reduz em 20% custo de passagens aéreas no Brasil 09 Março 2017

Empresas aéreas do Brasil já estão a cobrar por bagagens despachadas: 50 reais por mala até 23 kg, mais 80 ou 90 por 2ª mala e de 120 a 200 reais por peso superior. A medida anunciada em Dezembro (ver link, infra) começou a ser efectivada nesta primeira semana de Março.

Cobrar bagagens reduz em 20% custo de passagens aéreas no Brasil

"A experiência internacional mostra que os preços das passagens caíram, e mais pessoas passaram a usar o transporte aéreo onde a bagagem despachada é cobrada à parte", diz em comunicado uma das empresas que implementaram a medida, autorizada pela ANAC do Brasil em Dezembro último.

Entre as empresas brasileiras que anunciaram que irão passar a cobrar pela bagagem estão a LATAM, a TAM, a Avianca e a GOL. A medida entra em vigor na próxima terça-feira, 14.

Bagagem de mão é grátis e aumenta para 10 kg

A cobrança para despachar as bagagens, aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), começa a vigorar para as passagens compradas a partir do dia 14 de Março.

Continua a ser grátis o transporte de bagagem de mão, além de que o peso permitido passa de cinco para 10 quilos.

Repercussão na economia informal cabo-verdiana? Voos intercontinentais por enquanto têm até 46 kg grátis

As companhias têm enfatizado que a medida de cobrar a bagagem à parte se repercute no preço do bilhete que, em média, vai ter uma redução de 20%.

Contudo, ainda não é claro o modo como as companhias brasileiras vão praticar esse desconto nas viagens intercontinentais.

Têm sim enfatizado nos anúncios (sobre a alteração do sistema de cobrança de bagagens) que nos voos intercontinentais o despacho até 46 kg de bagagem é grátis.

Indefinição nos valores

Paira, pois, a indefinição sobre que valores irão ser cobrados, se a tarifa reduzida do passageiro implica sempre pagamento extra dos volumes despachados.

Mais sobre Que repercussão na economia informal cabo-verdiana?, no link abaixo:

http://www.asemana.publ.cv/spip.php?article122401

Fontes: Agência Brasil.

Os artigos mais recentes

26 Apr. 2017
OPINIÃO
Dias trumpianos

100% Prático

publicidade






Mediateca
publicidade

Cap-vert

Uhau

Uhau