ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

CEEAOT de AN desautorizada no caso Novo Banco: Comissão de Finanças e Orçamento assume audição parlamentar sobre o caso e a situação da TACV 16 Março 2017

O dossier relativo ao Novo Banco conhece novos desenvolvimentos com a Comissão Especializada de Finanças e Orçamento (CEFO) da Assembleia Nacional a assumir responsabilidade da audição parlamentar sobre o caso, fazendo assim cair por terra a pretensão de Comissão Especializada de Economia, Ambiente e Ordenamento de Território (CEEAOT), chefiada por Luís Carlos Silva, de liderar o processo. A CEFO deliberou também chamar, no início de Abril, os gestores e a tutela da TACV ao parlamento para prestar os devidos esclarecimentos sobre a situação por que passa a companhia nacional de bandeira, com destaque para o plano para o seu saneamento financeiro ou privatização.

CEEAOT de AN desautorizada no caso Novo Banco: Comissão de Finanças e Orçamento assume audição parlamentar sobre o caso e a situação da TACV

A polémica em tordo do encerramento do Novo Banco (NB) chega finalmente à Assembleia Nacional. É que, segundo revelou em exclusivo ao Asemanaonline uma fonte parlamentar, a Comissão Especializada de Finanças e Orçamento deliberou, na sua reunião desta quarta-feira, chamar a si a responsabilidade da audição parlamentar sobre o caso Novo Banco.

«Como deliberou, a Comissão Especializada de Finanças e Orçamento esteve, nesta quinta-feira, reunida e chamou a si a responsabilidade da audição parlamentar sobre o caso Novo Banco, pois por se tratar de uma instituição financeira a responsabilidade pela audição é dela, podendo as outras comissões participarem. Assim, sobre esta questão, foi deliberada a audição em data a ser fixada num próximo encontro, que vai ser realizada na próxima quarta-feira. Nesta altera, será feita a listagem das pessoas a serem ouvidas”, asseverou o interlocutor referido.

Para a mesma fonte, com esta decisão ficou desautorizada a Comissão Especializada de Economia, Ambiente e Ordenamento de Território (CEEAOT), chefiada por Luís Carlos Silva, de liderar o processo. «Com esta deliberação da CEFO, cai assim por terra a pretensão da Comissão Especializada de Economia, Ambiente e Ordenamento do Território, presidida por Luís Carlos Silva, de liderar este processo novo Banco».

CEFO e gestão da TACV O ouvido por este jornal informa ainda que a Comissão Especializada de Finanças e Orçamento deliberou realizar uma audição parlamentar à TACV, cujos trabalhos devem arrancar no dia 04 de abril próximo, devendo prolongar-se até o dia 14 do mesmo mês. «A deliberação da CEFO incidiu sobre a proposta de audições a serem realizada às personalidades ligadas à gestão da Empresa Transportadora Aérea de Cabo Verde», elucidou o informante deste diário digital, para quem os actuais e alguns dos antigos responsáveis da TACV vão são interpelados sobre a situação por que passa a empresa, com destaque para o plano de saneamento ou privatização da mesma.

Conforme o calendário já definido, no dia 10 de abril – das 9 às 16H30 – serão ouvidas as seguintes entidades: a reguladora AAC e os antigos e actuais membros do Conselho da Administração da ASA. Já no dia 11, a audição – no meso horário referido - é com a Comissão dos Trabalhadores e o ex-PCA da TACV. No dia 12, a CEFO deve auditar o actual PCA da TACV e o ministro da Economia e Emprego José Gonçalves. O processo da sindicância à gestão da TCV termina no dia 14, com a audição da ex-ministra das Finanças (Cristina Duarte) e o actual titular da mesma pasta, Olavo Correia.

Segundo fontes parlamentares, tudo indica que tanto esta como a audição sobre o caso Novo Banco vão dar muito que falar nos próximos tempos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
publicidade

Cap-vert

Uhau

Uhau