SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Situação da violência doméstica em Cabo Verde é “preocupante” 25 Novembro 2009

A coordenadora da rede nacional de atendimento às vítimas de violência baseada no género, Elsa Fortes, considerou hoje, 25, que a situação da violência doméstica em Cabo Verde é “preocupante” e de “difícil” resolução. Nem as muitas denúncias registadas nos últimos anos e as campanhas através dos meios de comunicação social têm conseguido pôr fim a este problema que assola a sociedade e as famílias cabo-verdianas.

Apesar de ainda não existirem dados oficiais, há uma “aproximação” no número de casos de 2008 para 2009, o que, segundo Elsa Fortes, continua a ser “alarmante” e “preocupante”, uma vez que os casos de violência baseada no género continuam.

No entanto, Elsa Fortes sublinha que tem havido casos de sucesso e de insucesso. Têm também registado "vários obstáculos, sobretudo na morosidade da justiça, uma fraca resposta social a este problema e também pelo facto de a violência acontecer numa camada social economicamente frágil”.

"A violência doméstica trata-se de um problema que a nível mundial tem o mesmo espectro, mas em Cabo Verde tem mais a ver com o espectro cultural, caracterizado pelo machismo”, adianta Fortes.

Os dados mostram que os casos de violência doméstica acontecem tanto durante como depois da relação, mas, para Elsa Fortes, os casos que acontecem depois da relação são “preocupante” porque acontecem seguido de chantagem e perseguição à mulher e já é uma violência mais forte, marcada pelo ódio do companheiro, que não aceita o fim da relação.

No dia Internacional pela Erradicação da Violência Contra a Mulher e que o Instituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade de Género (ICIEG) aproveitou para lançar a campanha nacional de combate à violência baseada no género. E Elsa Fortes considera que a solução para esta questão “complexa” só será possível com a tomada de consciência da sociedade em geral e com o “envolvimento de tudo e de todos”.

Ricardino Pedro

publicidade

Os artigos mais recentes

18 Dec. 2014
OPINIÃO
Postal de Lisboa

100% Prático

publicidade





Mediateca
publicidade



Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade

publicidade











publicidade











Newsletter