NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

CPLP ganha nova sede em Lisboa 17 Setembro 2011

O Palácio do Conde de Penafiel, em Lisboa, Portugal, é o espaço que acolhe a nova sede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O acordo de cedência de espaço foi assinado esta sexta-feira, na capital portuguesa, e sai a custo zero para a comunidade dos países lusófonos.

CPLP ganha nova sede em Lisboa

“A nova sede internacional da CPLP foi conseguida de forma rápida, definitiva e a custo zero”, declarou Paulo Portas aos jornalistas na cerimónia de assinatura de cedência e aceitação do Palácio do Conde de Penafiel como nova sede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O protocolo de cedência e aceitação do Palácio do Conde de Penafiel como sede internacional da CPLP, em Lisboa, foi assinado entre o Governo português, representando por Paulo Portas, pelo ministro das Relações Exteriores de Angola, Georges Chicoti, como representante da presidência angolana da CPLP, e pelo director-geral da organização lusófona, Hélder Vaz.

O chefe da diplomacia portuguesa destacou que ao longo de anos a burocracia foi um dos principais entraves para a indicação de uma sede, em Lisboa, para a CPLP, que foi agilizada e instituída pelo actual Governo, sem a “aquele sistema que existe no património público, que tem custos elevados.”

O ministro português disse que a nova sede dará um “impulso” à organização, tanto no âmbito económico, como na capacidade da organização ser porta-voz dos seus Estados membros no âmbito internacional.

Paulo Portas declarou que o Português tem um grande valor económico, sendo falado em quatro continentes e em países em desenvolvimento.

“O Português tem uma oportunidade enorme de vencer na globalização”, frisou Portas, acrescentando que acredita que a língua portuguesa vai vencer e que as oportunidades são para os Estados membros e também para as empresas do mundo lusófono.

A sede provisória da organização lusófona está localizada na Lapa, em Lisboa, e passará para o Palácio do Conde de Penafiel – antiga sede do Ministério das Obras Públicas - "dentro de pouco tempo", segundo informou o ministro.

“A transferência da sede para o Palácio do Conde de Penafiel é um acto político relevante de valorização da CPLP”, disse, acrescentando que as relações com a organização lusófona e seu desenvolvimento são uma prioridade para o Estado português.

Por seu lado, Georges Chicoti referiu que o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, já havia sublinhado “a necessidade premente da reestruturação e profissionalização do secretariado executivo, de garantir condições técnicas e materiais para o seu trabalho”, com quadros altamente qualificados, e também a resolução dos problemas de fundos e operacionais da CPLP.

Segundo Chicoti, a nova sede do organismo lusófono é a realização de um compromisso assumido, realizado agora pelo Governo português, sendo muito “prestigiante” para a CPLP.

Fonte: Lusa

publicidade

100% Prático

publicidade






Mediateca
publicidade


Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade












publicidade













Newsletter