OPINIÃO

Privatiaçôes: II parte do grito de alerta 07 Agosto 2022

O mundo está nos dando a lição como não devemos ser totalmente dependentes, mas mesmo assim os nossos governantes continuam seriamente cegos e surdos. Continuam a não dar ouvidos ao povo, atendendo somente as ideias dos parentes próximos do partido no Governo e das Câmaras Municipais.

Por:Efrem Soares*

2 Comentários

NOVO SURTO DE PRIVATIZAÇÕES: QUE FUTURO PARA CABO VERDE? 29 Julho 2022

Penso que as leis em Cabo Verde devem ser revistas e que a assembleia deve ter a última palavra a dizer na privatização das empresas chaves do nosso país. Caso contrário, ficaremos sempre como Caranguejo, que é o desejo das grandes instituições mundiais, cmo o BANCO MUNDIAL e a FMI. Tenho dito a minha opinião.

Por:Efrem Soares*

7 Comentários

Santa Maria: Construções na orla marítima e grito de alerta 27 Julho 2022

A parte estruturante deveria entrar ao mesmo tempo com as medidas de mudanças das atividades laborais e industriais da Vila de Santa Maria, na criação do plano de gestão e proteção da orla marítima, com mudanças ou aprovação de leis adequadas para a proteção de bens públicos da referida orla marítima, proteção dos corredores de areia e limitação de altimetria das edificações, com mãos pesadas na fiscalização dos bens públicos, evitando o canibalismo, por parte das “autoridades locais e central”

7 Comentários

Un munumentu pa ristituison di dignidadi di povu i di língua kabuverdianu 26 Julho 2022

[Aprizentason di livru “É ka Lobu ki Fase - Stórias di Nha Tiu Lobu i dotus Inda Mutu Más Lobu, O Tratadu di Mizéria i Grandeza di Pátria Kabuverdi” di José Luiz Tavares].
Por: Apolo CarvalhoRetour ligne automatique

27 Comentários

CIDADE DE SÃO FILIPE, 100 ANOS DEPOIS - “UMA HOMENAGEM” 13 Julho 2022

Logo, estejamos onde estejamos, nunca devemos desligarmos do nosso país, nossa ilha, nossa cidade, sob pena de sucumbirmos como o ramo arrancado da árvore mãe.

Por: Adriano Pires*

5 Comentários

“AFINAL, O QUE SOMOS?” 09 Julho 2022

Precisamos cultivar incessantemente a solidariedade nas nossas relações e convivências, semear e regar o amor, a amizade, a simplicidade e, ao mesmo tempo, eliminar o ódio, a inveja e ganância. Precisamos olhar uns para os outros como parceiros, colegas, semelhantes, próximos e irmão, não como adv ersários, inimigo ou estranho q ue precisam ser combatidos. A vida, as ações e atitudes de cada ser humano, precisam estar sempre voltadas para o seu semelhante, no sentido de colaborar para que ele possa viver sempre

6 Comentários

Pátria Soletrada à Vista do Harmatão 04 Julho 2022

Aqui começa a viagem. E nosso unívoco desígnio de não cegarmos os olhos para quanto nos interpela, mesmo se repisamos a via dos predecessores ou tudo se torna insuportavelmente inenarrável. E se alguém te pergunta acerca do propósito da viagem, responderás que viajas para viajar, para encontrares o país inexistente, para renovares nas palavras as vidas dos despojados, para saberes se o itinerário te leva para além do cabo onde plantaste o coração.

POR: JOSÉ LUIZ TAVARES*

6 Comentários

DA BUROCRACIA À QUALIDADE NOS SERVIÇOS PÓBLICOS DE CABO VERDE 03 Julho 2022

O cidadão contribuinte paga através dos seus impostos o funcionamento da Administração Pública, sendo legítimo que quando necessita dos Serviços Públicos exija qualidade nos serviços que estes lhe prestam, pelo que, através dos dirigentes e funcionários, deve aderir ao movimento da Qualidade para proporcionar aos cidadãos os melhores serviços, isto é, o serviço mais adequado para cada utente, cabendo-lhes a responsabilidade de refletir sobre as melhores formas de inovar e desenvolver Qualidade.

3 Comentários

UM OLHAR SOBRE AS ALDEIAS DE SANTO ANTÃO:JOÃO AFONSO E SEUS ENCANTOS 12 Junho 2022

Conforme se pode ver (fotos), João Afonso possui uma linda paisagem exuberante, de gente afável, simpática e muita acolhedora.
Por: Daniel Miranda

2 Comentários

SOBRE A CIDADANIA NA ATUALIDADE 05 Junho 2022

Tentarei abordar diversos conceitos de educação para a cidadania, de acordo com diferentes autores, as alterações produzidas pela reorganização curricular, a questão dos valores e o papel do professor na prática e desenvolvimento da educação para a cidadania.

Por: Adrião Simões Ferreira da Cunha*

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project