INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid no Reino Unido: Mãe em coma dá à luz gémeos de 770 g e 850 g 20 Novembro 2020

"Quando acordei nem acreditei que eram meus", disse a médica Perpetual Uke, residente em Birmingham na Inglaterra, que deve ser o único caso mundial de uma mãe doente de Covid a dar à luz em estado comatoso. A menina Sochika nasceu a pesar c.770 g e o menino Osinachi c.850g. Prematuros às 26 semanas tiveram de ficar 116 dias na incubadora.

Covid no Reino Unido: Mãe em coma dá à luz gémeos de  770 g e 850 g

Entrevistada esta semana pela BBC, a mãe dos gémeos contou a sua saga.

A reumatologista no hospital de Birmingham contraiu a doença do coronavírus às vinte e quatro semanas de gravidez. Ficou internada na UCI-Unidade de Cuidados Intensivos em coma induzido, para ajudar à sua recuperação.

Os gémeos nasceram de cesariana às vinte e seis semanas, em 10 de abril. A mãe permaneceu mais 16 dias em coma.

O marido relatou: "Era um pesadelo. Todos os dias perguntava-me se ela ia conseguir sobreviver". Conseguiu ao fim de quatro semanas de hospitalização.

Ela conta que ao deixar o coma, o seu estado era de confusão devida ao "delírio da UCI/ICU delirium". Esta é uma condição médica que surge em cada dois em três pacientes da UCI.

Fontes: BBC/Literatura médica online. Fotos à nascença e dez semanas após deixarem a incubadora. A Sochika nasceu a pesar c.770 g e o Osinachi c.850g. A mãe, a médica Uke, deu à luz em estado de coma.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project