INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

13,3 milhões de euros para combater a fome 23 Dezembro 2021

A União Europeia (UE) enviou, terça-feira, uma dotação adicional de 13,3 milhões de euros para a região do Alto Nilo, em África, com o objectivo de reduzir as consequências da crise alimentar no Sudão e no Uganda.

13,3 milhões de euros para combater a fome

Segundo jornal de Angola, a maior fatia - 10,1 milhões - deste total é atribuída ao Sudão, onde a crescente crise económica, conflitos inter-tribais, agitação política e agitação civil estão a agravar a grave crise alimentar já existente.

A restante verba tem como destino o Uganda, para financiar a ajuda aos refugiados, sendo que o país é o maior de acolhimento em África e o terceiro maior do mundo, com mais de 1,5 milhões de refugiados e requerentes de asilo.

Segundo um comunicado da Comissão Europeia, a falta de financiamento levou já o Programa Alimentar Mundial (PAM) a reduzir as rações alimentares para os refugiados no Uganda.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project