INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

75º ano da Libertação: Judeus e Muçulmanos juntos homenageiam vítimas de Holocausto 27 Janeiro 2020

Os líderes de duas religiões que têm andado de costas voltadas, desde o berço comum de Jerusalém, encontraram-se na semana ora finda em Auschwitz, o "campo da morte" num apelo à coexistência tolerante para que o Holocausto nunca mais se repita

75º ano da Libertação: Judeus e Muçulmanos juntos homenageiam vítimas de Holocausto

Juntos o líder muçulmano, ao centro de manto, e o líder judaico prestaram homenagem aos que foram vítimas do nazismo, naquele que é tido como um dos piores campos de concentração, Auschwitz, no sul da Polónia.

O encontro entre o islamismo e o judaísmo assume um valor simbólico exponencial por acontecer num de vários campos de concentração operados pelo Terceiro Reich nas áreas polacas anexadas pela Alemanha Nazista e o maior símbolo do Holocausto perpetrado pelo nazismo durante a Segunda Guerra Mundial.

Juntos os dois líderes discursaram num apelo à paz e a coexistência tolerante com quem é diferente.
— -
Fontes: DW.de Foto(Reuters): Encontro em Auschwitz-Birkenau com um valor simbólico exponencial de Mohammad Abdulkarim Al-Issa, secretário-geral da Liga Mundial Muçulmana/Muslim World League, e David Harris, presidente da AJC-Comité Americano-Judaico.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project