CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Porto Novo: Situação das empresas de transporte turístico e de rent-a-car é “catastrófica”, segundo operadores 02 Junho 2021

A situação das empresas de transporte turístico e de rent-a-car no Porto Novo, na ilha de Santo Antão, é “catastrófica”, encontrando-se praticamente paralisadas há mais de um ano, alertam os operadores neste sector.

Porto Novo: Situação das empresas de transporte turístico e de rent-a-car é “catastrófica”, segundo operadores

Conforme escreve a Inforpress, os operadores explicam que com a chegada da covid-19, que paralisou completamente o turismo em Santo Antão, este segmento turístico estagnou-se, estando as empresas a passarem por “graves dificuldades” para continuar a operar.

No caso da empresa Nova Linha, o proprietário Amândio Costa disse à Inforpress que a mesma só consegue alugar carros apenas aos fins-de-semana, aproveitando o turismo interno que se está a dinamizar entre as ilhas de São Vicente e Santo Antão.

“Posso dizer que Nova Linha funciona apenas a dez por cento (%). A rent-a-car depende do turismo e quando não há turismo a situação fica difícil, mas graças ao turismo interno temos conseguido alugar uma ou outra viatura aos fins de semana”, notou este operador para quem a situação das empresas neste ramo é “péssima”.

A empresa Pégaso Turismo e Rent-a-Car também enfrenta “uma situação difícil”, mesmo “com a redução drástica nos preços”.

Segundo a mesma fonte, com a estagnação do turismo em Santo Antão, por causa da pandemia, a rent-a-car praticamente, paralisou nesta ilha, facto que está “a complicar muito” a vida das empresas que operam no sector dos transportes turísticos, alertam os operadores.

A Câmara Municipal do Porto Novo, com vista a atenuar as dificuldades por que passam as empresas que actuam neste ramo, decidiu atribuir alguns incentivos, destacando-se, entre outros, o desconto, em 25%, do imposto de circulação, refere a notícia avançada pela Inforpress.

De acordo com o relatório sobre Movimentação de Hóspedes no primeiro trimestre do ano, divulgado segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), os hotéis do arquipélago receberam neste período 12.098 hóspedes, uma quebra de 93,6% face aos 189.110 do mesmo período de 2020, antes dos efeitos da pandemia de covid-19.

Cabo Verde regista 1.438 casos activos, 28.804 recuperados, 264 óbitos, oito óbitos por outras causas e nove transferidos, perfazendo um total acumulado de 30.523 casos positivos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project