CULINÁRIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

A época do feijão verde: Um cardápio delicioso 28 Janeiro 2012

Em Cabo Verde faz-se cultivo de vários tipos de feijões - alguns vão para a terra junto com o milho – e as variedades mais apreciadas de feijões maduros são o "rajado" e o "fradinho".

A época do feijão verde: Um cardápio delicioso

O feijão é uma semente com alto valor nutritivo, principalmente ferro, é rico em proteínas vegetais, possui também um alto valor calórico, uma boa quantidade de fibras (cada 100 gramas de feijão apresenta, em média, 19 gramas de fibras), sendo que 100 gramas de feijão apresentam 330 calorias.

O prato "feijão com arroz" (ou "arroz-e-feijão") é um dos mais típicos dos lares cabo-verdianos, acompanhado com alguma "mistura" (qualquer coisa se come com arroz-e-feijão, como, por exemplo, bife ou batata-frita). O feijão é a base de várias sopas e da feijoada, misturado com arroz ou como elemento e ainda em alguma doçaria (por exemplo o pastel de feijão).

Portanto, é época de fazer comidas arranjadas e apetitosas com os feijões maduros. A equipa do asemanaonline preparou algumas receitas saborosas de preferência para os fins-de-semana.

SOPA DE FEIJÃO “BONGOLON”

INGREDIENTES:
2 cenouras médias
2 batatas médias
1 nabo pequeno
1repolho pequeno
½ kg feijão cozido
1 caldo de galinha
1 cebola
2 dentes de alho
azeite
sal

PREPARAÇÃO:

Cortam-se as cenouras, as batatas, o nabo, o repolho, a cebola e os dentes de alho em cubos e coloca-se o azeite e o caldo de galinha. Deixa-se refogar um pouco e quando estiverem douradinhos adicionar a água e o sal e deixar cozer. Cozer o feijão a parte.
Assim que os legumes estiverem cozidos acrescentar metade do feijão e triturar tudo.
Em seguida cortar a restante couve em juliana e adicionar ao creme de legumes.
Quando a couve estiver cozida acrescentar o restante feijão e rectificar os temperos.

SALADA DE FEIJÃO MADURO OU “SAPATINHA VERDE”

Muito nutritivo e saboroso, numa salada fresca, compensa todo o trabalho que se possa ter.

INGREDIENTES (2 doses)

200g de feijão descascado
2 tomates
1 lata de atum em azeite
2 ovos
Salsa fresca
1 cebola
Azeite q.b.
Vinagre de sidra q.b.
Sal q.b.

PREPARAÇÃO

Cozer o feijão em água e sal, juntamente com uma cebola pequena cortada em 4, se for para utilizar logo basta escorrer a água; se for para conservar no frigorífico, ou para congelar, deixar estar dentro da água. Cozer os ovos, deixar arrefecer e retirar a casca. Escorrer o azeite do atum e reservar, retirar as sementes dos tomates e cortá-lo aos cubos, picar a salsa e cortar os ovos aos cubos. Misturar todos os ingredientes e temperar com sal, azeite e vinagre.

ARROZ DE CONGO VERDE COM PIMENTO E “TCHITCHARRINHOS” FRITOS

INGREDIENTES:
Arroz
Congo verde cozido
Bacon em pedaços pequenos
1 cebola
2 dentes de alho
Louro
Azeite
1 tomate bem maduro
1 caldo de legumes
100 ml vinho branco
1 pimento verde

PREPARAÇÃO:
Faz-se um refogado com a cebola, os alhos, o louro, o azeite e o bacon em pedacinhos, quando a cebola começar a ficar translúcida adiciona-se o tomate partido em pedaços, ou esmagado com a mão, convém que esteja bem maduro.
Deixa-se cozinhar um pouco e junta-se a dose do vinho branco e um caldo de legumes.
Acrescenta-se a água necessária para cozinhar o arroz e o pimento cortado em pedaços. Adiciona-se o arroz e deixa-se cozinhar.
Quando estiver quase cozido junta-se o feijão cozido.
Envolve-se, rectificam-se os temperos e polvilha-se com salsa ou coentros picados.

“TCHITCHARRINHO” FRITO

Ingredientes:
Tchitcharrinho
Farinha de trigo ou de milho
1 limão

PREPARAÇÃO:
Para fritar os “tchitcharrinhos” basta temperá-los com um pouco de sal e limão e deixam-se repousar mais ou menos 1 hora. Passam-se por farinha de trigo, ou de milho, e fritam-se em óleo bem quente.
Colocam-se depois sobre papel absorvente para retirar o excesso do óleo e deitam-se, por cima, umas gotas de vinagre.

BOLINHO DE FEIJÃO – “BONGOLON”

INGREDIENTES

1 kg de feijão-“bongolon”
1/2 xícara de arroz
1 1/2 xícara de água
2 pimentas-malagueta picadas
Sal a gosto
Óleo (para fritar)

PREPARAÇÃO

Aos poucos, quebre o feijão na máquina de moer grãos (ou passe rapidamente no liquidificador). Lave em bastante água, esfregando com as mãos, para soltar a casca. Depois cubra com água e deixe descansar de um dia para o outro. No dia seguinte lave mais um pouco para terminar de retirar a casca. Escorra bem e reserve.
Leve ao fogo uma panela pequena com o arroz e a água. Mexa e, quando levantar fervura, tampe e abaixe o lume. Deixe a cozer até o arroz ficar macio. Quando estiver frio, triture no liquidificador aos poucos, juntamente com o feijão e a pimenta. Deixe moer bem até obter uma mistura cremosa. Tempere com sal a gosto.

Transfira para uma vasilha e bata com uma colher de pau até a mistura ficar fofa. Aqueça uns 3 a 4 cm de óleo numa frigideira de borda alta. Vá fritando, em lume brando, colheradas da mistura de feijão (como medida utilize uma colher de sopa). Vire para dourar bem todos os lados. Escorra em papel absorvente e sirva quente.

Bom apetite.

Elsa Robalo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project