CINEMA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Adam Driver ’Sancho’ de ‘Dom Quixote’ é "péssima pessoa" — Lídia Franco, 76 anos, denuncia agressão física por ator de 37 05 Fevereiro 2021

"Tenho desse filme uma péssima experiência por causa do Adam Driver", disse a veterana atriz portuguesa sobre ’O Homem Que Matou D. Quixote’ cuja rodagem começou em 1999 e que só estreou em 2018. Lídia Franco confessou, no podcast da Rádio Comercial que foi para o ar ontem (3ªfª, 2), que o intérprete de "Sancho Pança" é um excelente ator mas "é uma péssima pessoa". "Portou-se muito mal comigo, fisicamente. Agrediu-me", disse para espanto dos seus dois entrevistadores.

Adam Driver ’Sancho’  de ‘Dom Quixote’ é

Na entrevista radiofónica, a atriz de 76 anos recordou momentos altos e baixos da sua carreira de mais de meio século. O pior foi durante a gravação, em Espanha, de ’O Homem Que Matou D. Quixote’, com uma equipa internacional que incluía os americanos Terry Gilliam, realizador, Adam Driver como o ’Sancho’...e que demorou quase vinte anos até à estreia em 2019.

Segundo a atriz, essa agressão pelo ator de Hollywood mais conhecido como intérprete de Kylo Ren em "Star Wars", "não tinha nada a ver com a cena".

"Era uma agressão camuflada, com uma cadeira", disse. Mas evitou entrar em pormenores. Quanto às medidas tomadas pela produção, a atriz explica que "legalmente não podiam fazer nada" contra Driver. "Deram-me autorização para sair", lamenta.

Lídia Franco explicou que a produção de "O Homem Que Matou Dom Quixote" falou com ela após as filmagens, para pedir desculpas pelo comportamento de Driver. Repetiram que "não podiam fazer nada sobre isso", por causa do contrato que assinaram com o ator duas vezes nomeado para o Oscar, em "Infiltrado na Klan" e "História de um Casamento".

Para lá do mau feitio

Lídia Franco acredita que o temperamento da estrela de Hollywood é muito mais do que simples mau feitio e dá exemplos de algumas das suas exigências. "Uma das coisas que ele começou por fazer em Espanha foi exigir que, nos ensaios, todos os técnicos saíssem do plateau. Ele exigia isso e continuou a fazê-lo em Portugal, mas alguns técnicos portugueses negaram-se. Dizia ‘virem-se de costas’, vi pelo menos um a sair do estúdio", recorda.

"Ele exigia, acho que por contrato, que ninguém podia olhar para ele. Se olhassem, os figurantes eram imediatamente despedidos. E aconteceu", revela ainda a artista portuguesa.

Dom Quixote

Escrito entre 1605 e 1615, o romance de aventuras que tem como protagonista o fidalgo Don Quijote de la Mancha já foi várias vezes adaptado ao cinema.

A versão estreada em 2019 é a primeira que envolve uma complicada parceria internacional. Terá sido esse um dos motivos para que levasse quase 20 anos entre o ínício da rodagem e a estreia?

Além, claro, das má-criações do astro Driver para com a diva portuguesa.

Fontes: Rádio Comercial. Fotos: Trailer do filme ’The Man Who Killed Don Quixote’/’O Homem que matou Dom Quixote’. Lídia Franco.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project