ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Negócio aéreo escandinavo usa publicidade choque para atrair passageiros com "Vergonha de voar" 14 Fevereiro 2020

A companhia aérea escandinava, SAS-Scandinavian Airlines System, lançou na terça-feira, 11 uma campanha publicitária que, sob o slogan “O que é verdadeiramente escandinavo?”, faz o elogio das múltiplas culturas que deram origem a tradições e objetos ‘escandinavos’ tão apreciados. O público-alvo aderiu, mas a ultradireita e movimentos anti-imigrantes na Suécia e Dinamarca (que alguns agrupam sob a designação "fachoesfera") reagiram em fúria e a agência da campanha fechou à espera que passe a onda de ódio xenófobo.

Negócio aéreo escandinavo usa publicidade choque para atrair passageiros com

Online, o vídeo de pouco mais de dois minutos e meio mostra imagens inocentes na sua beleza simples e tão familiar, desde o trançar de cabelos (como em África) feito pela mão da mãe sobre os loiros cabelos da menina, o aniversário que se festeja (tradição judia), o sabor das almôndegas que na Suécia chamam "bolas de carne suecas" (e são turcas!). Em outras, vemos esclarecida a origem de conceitos essenciais da sociedade moderna, como as eólicas (criadas no Império Persa) que tornam os países escandinavos pioneiros nas energias limpas, a democracia ("o crédito vem da Grécia", exclama-se ecoando a voz que ilustra sobre a Grécia que fez a Europa).

A campanha publicitária tem uma finalidade comercial que é recuperar os mais de oito por cento de passageiros escandinavos, perdidos só nos últimos meses — seja pela greve de pilotos, que afetou 300 mil passageiros da SAS, seja pela nova atitude contra os aviões altamente poluentes —, e evitar que o negócio aéreo perca mais.

A comandar esta mudança no negócio está, pois, a onda imparável da corrente ecologista que até já criou um sentimento inerente que na língua sueca tem nome: "Flyg Skam"(ver link, abaixo)". Esse sentimento de “Fljgskam”que – nascido de uma consciência ecológica sobre o quanto viajar de avião potencia as alterações climáticas — já reduziu o negócio aéreo na Suécia.

A mensagem publicitária, elaborada em torno duma argumentação lógica que consiste em apresentar alguns elementos percecionados como culturalmente escandinavos e depois esclarecer que são importados de várias culturas, seguindo-se a interrogação “Escandinavo de verdade …existe?”, conduz afinal a uma só resposta: “Não, não existe”.

A nova consciência, a da multiculturalidade presente na península escandinava – Suécia, Noruega, Dinamarca e Finlândia –, é fator que deve impelir para a aceitação dos que vêm de outras culturas.

O elogio da multiculturalidade atravessa a mensagem publicitária. E ao receptor, o nós coletivo formado por cada um, só resta reconhecer que através dos transportes cada vez mais rápidos se pode conectar as pessoas, tornar o mundo mais perto, mais aberto.

Ao mostrar que a abertura, a tolerância, a democracia ganham força com o encontro que o voo permite, a SAS aposta em recuperar os passageiros perdidos e combater a “Vergonha de voar”, esse sentimento de “Flyg Skam”.

Irá conseguir? As primeiras reações vieram da ultradireita e movimentos anti-imigrantes na Suécia e Dinamarca (que alguns agrupam sob a designação "fachoesfera").

A sua reação em fúria já levou ao fecho da agência da campanha, na Dinamarca. A versão televisiva foi readaptada para evitar suscitar mais ódio xenófobo.

...

Fontes: Relacionado: Vergonha de voar’ já reduziu negócio aéreo na Suécia — Corrida a aviões mais pequenos e menos poluentes, 26.ago.019. Fotos: A mensagem é "Nada é escandinavo, hoje como no tempo dos vikings vamos para longe buscar o que queremos e adaptamo-lo". MLL

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project