FOTO DA SEMANA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

África do Sul: 3 décadas da queda do apartheid 19 Novembro 2021

A foto fala por si?

África do Sul: 3 décadas da queda do apartheid

A fotografia da sala de aula só surpreende a um segundo olhar, que põe em evidência a separação: em cada uma das mesas sentam-se só meninos duma cor.

A foto da turma, de 19 alunos numa escola pública, causa polémica no país de Mandela que liderou a luta para a abolição, em 1991, da lei do apartheid e em 1994 foi eleito presidente, o primeiro negro.

Questiona-se sobre o significado desta separação entre a "mesa para alunos brancos", num total de quinze, e a "mesa para alunos pretos", num total de quatro.

A escola pública da imagem é uma das sete que totalizam o sistema do ensino básico na província de Schweizer-Reneke. Esta província rural do Noroeste situa-se a mais de mil quilómetros da Cidade do Cabo, que é a capital legislativa, e a pouco mais de 300 quilómetros de Joanesburgo e Bloemfontein (as sedes do poder judicial e executivo, respetivamente).

"Diria que há muito racismo aqui", espantou-se o responsável provincial da educação, Sello Lehari, ao visitar a escola.

A professora da sala afirma que a fotografia foi feita no regresso às aulas, "para tranquilizar os pais dos alunos".

E esta, hein? Trinta e um anos após a libertação de Mandela, trinta após a queda da lei do apartheid, vinte e sete após a eleição do presidente Mandela, vinte e oito anos após o Nobel da Paz de 1993, atribuído aos dois oponentes Mandela-de Klerk "em reconhecimento do seu trabalho conjunto para a reconstrução da paz e desenvolvimento na África do Sul"?

Fontes: Le Monde/www.independent.co.uk/news/world/africa/south-africa-school-segregation-black-white-racism-teacher-pupils

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project