ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Agricultura vai ser afetada com a declaração de emergência hídrica: Governo alerta que Cabo Verde corre sérios riscos da falência de furos e da salinização da água 16 Dezembro 2017

O Governo, através do ministro da Agricultura e Ambiente, anunciou hoje,15, que o executivo de Ulisses Correia e Silva decidiu declarar situação de emergência hídrica, visto que Cabo Verde corre sérios riscos da falência de furos e da salinização da água nas zonas costeiras por causa da seca. A confirmar a medida, a vida no meio rural, que está difícil por causa dos efeitos da seca, vai piorar, já que os camponeses não terão água suficiente para dinamizar a agricultura de regadio nos perímetros que exploram devido à racionalização a ser feita na uso dos recursos hídricos disponíveis no país.

 Agricultura vai ser afetada com  a declaração de emergência hídrica: Governo alerta que Cabo Verde corre sérios riscos da falência de furos e da salinização da água

A noticia caiu que nem um bomba junto dos camponeses. Em declarações à imprensa na Cidade da Praia citadas pela Inforpress, à margem da cerimónia de abertura da 4ª Reunião do Comité de Pilotagem do Programa de Apoio ao Sector da Água e Saneamento PASEA (CVE/082), Gilberto Silva esclareceu que a emergência hídrica é declarada quando um país enfrenta uma situação de dificuldade, que é o caso de Cabo Verde, tendo em conta que não choveu este ano e tem chovido pouco nos anos anteriores.

“As Nações Unidas recomendam, anualmente, 500 metros cúbicos de água por habitante, em termos de reserva subterrânea, mas nós vamos a dois quintos dessa quantidade, ou seja, estamos a correr, neste momento, sérios riscos da falência de furos se continuarmos a explorar determinados pontos de água, sobretudo nas zonas costeiras, correndo também ricos da sua salinização”, frisou.

Conforme o ministro, há a necessidade de o arquipélago racionalizar o uso da água, sendo que a declaração de emergência hídrica vai permitir ao Governo adoptar medidas de restrição do uso da água, por exemplo, aplicar o princípio defendido pelo Código da Água, que é “água primeiro para o abastecimento das pessoas, depois para os animais e por fim para a irrigação”.

Gilberto Silva fundamenta que em situações de conflitos, o Governo pode tomar medidas muito concretas neste sentido e durante este período de emergência que vai até finais de Outubro de 2018, sendo que se mantiverem as condições climáticas que determinaram a declaração dessa emergência, poder-se-á prolongar esse período.

Entretanto, o ministro frisou que além da necessidade de haver consciência a nível do país para o uso racional da água, o executivo vai aprovar um manual de gestão de conflitos, com formação e capacitação dos vários actores, no sentido de poder monitorar bem e gerir possíveis situações de conflitos que possam existir.

Apoio de Luxemburgo e consequências do plano

Na sequência da falta de chuva em Cabo Verde e da seca que esta provocou, o Governo dirigiu aos parceiros um pedido de apoio para o plano de emergência que visa mitigar os efeitos da mesma, sendo que o Luxemburgo, respondeu, conforme a Inforess, favoravelmente à solicitação, de acordo com a encarregada de Negócios da embaixada do Luxemburgo em Cabo Verde, Angèle Da Cruz.

Em declarações também à imprensa, a responsável disse que o Governo do seu país resolveu doar 500.000 euros (55 mil contos) para a implementação do referido plano, fora do quadro das suas relações de cooperação normal com Cabo Verde, além do apoio a disponibilizar no quadro do Estado-membro da União Europeia.

Entretanto, a declaração da situação de emergência hídrica em Cabo Verde vai ser pouco favorável para a agricultura nestas ilhas, que está fortemente afectada pelo impacto do mau ano agrícola. É que, segundo trabalhadores da terra ouvidos por este jornal, a medida terá, entre outras consequências, a diminuição no fornecimento de água para a agricultura de regadio, o que fará baixar a produção e aumentar consequentemente os custos dos produtos agrícolas no país. C/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project