ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Além do coronavírus, China enfrenta novo surto de gripe das aves H5N1 02 Fevereiro 2020

Está a ser notícia do dia que, numa altura em que a China é devastada pelo novo coronavírus que já fez de 259 mortos, o Ministério da Agricultura revela que foi detetado um surto "altamente patogénico da gripe aviária H5N1" numa província do sul de Hunan. Já foram abatidas cerca de 17 mil galinhas.

Além do coronavírus, China enfrenta novo surto de gripe das aves H5N1

Segundo NM, o caso foi detetado numa propriedade rural em Shaoyang, onde eram criadas 7.850 galinhas, 4.500 das quais morreram na sequência do surto, revela a agência Reuters.

As autoridades chinesas já tiveram de abater cerca de 17 mil galinhas, de forma a evitar a propagação do vírus.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, este é um tipo de vírus que causa uma doença respiratória severa e altamente infeciosa em aves. "Casos humanos de gripe aviária H5N1 ocorrem ocasionalmente, mas é difícil transmitir a infeção de pessoa para pessoa. Quando as pessoas são infetadas, a taxa de mortalidade é de cerca de 60%", pode ler-se no site da Organização.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project