INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Alexei Navalny em coma já está a ser tratado na Alemanha 22 Agosto 2020

Alexei Navalny, que espera levar o seu Partido da Rússia do Futuro a concorrer nas eleições gerais de 2021, foi hoje, sábado, transferido de avião-ambulância fretado por privados alemães para "um dos melhores hospitais da Europa" na capital alemã. A esposa Yulia, que agradece os apoios, diz que Navalny continua em estado de coma "mas demos o primeiro passo para o salvar".

Alexei Navalny em coma já está a ser tratado na Alemanha

O avião alemão fretado por privados — "sem custar um centavo aos contribuintes alemães", assegurou um dos organizadores da operação — chegou a Omsk na Sibéria na manhã de sábado com uma equipa médica que deu sinal-verde para o transporte do doente em coma.

Na tarde de sábado o opositor mais conhecido do presidente russo chegou a Berlim, no culminar de dois dias de braço-de-ferro entre os próximos de Navalny e os médicos russos. Estes recusavam a transferência, alegando que com o paciente em estado de coma e a respirar por um ventilador a viagem implicava perigo de vida.

A direção do hospital alemão comunicou, no fim da tarde, que "estão em curso os exames necessários e voltaremos a divulgar o boletim clínico logo que tenhamos resultados".

Doença súbita

A súbita doença do mais forte opositor do regime acontece no momento em que Navalny — cujos vídeos na internet obtêm centenas de milhões de visualizações — voltou à carga para derrubar o partido de Putin nas próximas eleições regionais deste outono. Daí, os seus próximos suspeitarem de envenenamento, que é um modus operandi presente em mortes de vários oponentes do regime russo. O próprio Navalny foi várias vezes alvo de ataques contra a sua integridade física, um dos quais lhe afetou a visão dum olho.

A suspeita de envenenamento continua, apesar de que o hospital central de Omsk apresentou um diagnóstico contrário: "As análises clínicas desmentem que se trate de envenenamento. Tudo aponta para um desequilíbrio glucídico [queda do nível de açúcar no sangue]", anunciou na sexta-feira Anatoly Kalinichenko, diretor do hospital na remota região da Sibéria.

Na véspera, Navalny tinha dado entrada no hospital após ter viajado de avião no percurso Moscovo-Omsk. A sua porta-voz, Kira Yarmysh, que o acompanhava na viagem, atribui a súbita doença a um chá, que segundo ela especula conteria veneno.

As manifestações de apoio a Navalny, desde quinta-feira, vêm da sociedade civil e dos opositores ao presidente há 20 anos no poder. O líder da oposição tem sido impedido de concorrer nos diversos atos eleitorais, mas tem angariado o apoio dos demais deputados da oposição — que cresceu e em setembro último elegeu vinte dos quarenta e cinco deputados.
— -
Fontes: DW/BBC/ Le Monde/Reuters. Rússia: Vitória magra da Rússia Unida, de Putin, amargada com 20 deputados da oposição — Prontos a juntar voz ao banido Navalny, 10.set.019; Rússia: Médicos recusam transferir opositor nº1 de Putin em estado de coma, 21.ago.020. Fotos (AFP/Reuters): Putin. Navalny. Alexei Navalny deu entrada no hospital Charité [Caridade] de Berlim, no sábado depois de um braço de ferro da esposa e apoiantes contra as autoridades russas que recusavam a transferência.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project