ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Alternativa de amor e nova visão para Santa Catarina/Assomada: Geógrafo e mestre em Gestão e Planeamento, Armindo Freitas Correia, é aposta do PAICV à Câmara Municipal 05 Junho 2020

A proposta regional é consensual e acaba de ser validada pela liderança nacional. O jovem geógrafo, mestre em Gestão e Planeamento do Território e professor universitário, Armindo Freitas Correia, está oficialmente confirmado como candidato do PAICV para confrontar o atual Edil José Alves «Beto» Fernandes nas eleições autárquicas do final deste ano. Conhecedor profundo do seu município, «Colau/Freitas», como é também conhecido entre familiares e colegas de trabalho, garante protagonizar um «projeto alternativo de amor e nova visão para Santa Catarina», com foco em geração de novas políticas para criar riquezas e rendimentos para as famílias e na requalificação urbana profunda da cidade de Assomada e demais povoados.

Alternativa de amor e nova visão para Santa Catarina/Assomada: Geógrafo e mestre em Gestão e Planeamento, Armindo Freitas Correia, é aposta do PAICV à Câmara Municipal

O jovem quadro de 34 anos de idade, que é 1º secretário do sector de Santa Catarina, teve o privilégio de beneficiar, à partida, de um bom capital político. A sua candidatura foi aprovada por unanimidade pelas quatro estruturas de Sector do PAICV no Concelho de Santa Catarina e teve a validação final da liderança nacional do partido. Com uma vasta competência académica e experiência na liderança política, Armindo Freitas Correia não esconde o seu desejo de mobilizar apoios de todos os militantes, com destaque para os mais experientes, como combatentes da Liberdade da Pátria, os antigos presidentes e candidatos a presidentes da Câmara de Santa Catarina, deputados nacionais e eleitos municipais.

«Colau/Freitas» anuncia protagonizar um projecto político alternativo «com forte amor e uma nova visão para Santa Catarina». Tudo com foco na implementação de políticas públicas de impacto/resultado, criando riquezas e aumentando o rendimento das famílias no concelho. Quer também apostar na modernização da cidade do Planalto e das demais 50 localidades do concelho. «A grande aposta vai ser na requalificação urbana, com base num plano chapéu, que não se resume apenas em obras, mas na reorganização de todas as atividades do concelho, principalmente a nível de transporte e comércio», avança.

Para o candidato do PAICV à Câmara de Assomada, a equipa que vai liderar tem de apostar também nas fortes potencialidades de Santa Catarina, nomeadamente a nível da agricultura, da pecuária, do comércio formal e informal, das feiras, das pescas, entre outras áreas. «É que, com a exceção feita à cidade de Assomada, as outras 50 localidades do Concelho encontram-se abandonadas à sua sorte pela atual equipa camarária no poder», desafia o concorrente tambarina, prometendo ainda dar uma atenção especial aos jovens e ao desporto no concelho, onde faltam mais campos relvados para a prática de futebol e outras modalidades.

Conhecedor profundo de Santa Catarina

Armindo Freitas Correia gaba-se de ser um filho de Santa Catarina, de 34 anos de idade, de pais humildes (Teodoro Correia e Maria dos Reis Almada Freitas), nascido e criado em Chã de Tanque. Que não obstante voltas pelos outros concelhos e o mundo, manteve sempre ligações com o seu município, que ama muito.

O candidato lembra que sempre teve a “sina” e o interesse em dar o seu contributo para o desenvolvimento do município-berço. «Desde logo, durante a licenciatura, apesar de residir na Praia, Armindo Freitas trabalhou como professor de Geografia durante quatro anos no Liceu Amílcar Cabral de Assomada. Após ter concluído o mestrado em 2011, em Portugal, regressou de novo à Santa Catarina, fixando a sua residência e desempenhou a função de docente na Universidade de Santiago (durante vários anos), Liceu Armando Napoleão Fernandes em Cruz Grande e no Instituto Superior de Educação. Lecionou ainda na Universidade de Cabo Verde, nas Faculdades de Educação e Desporto (História e Geografia) e de Ciências e Tecnologias (curso de ciências biológicas, no Campo de Palmarejo)», lê - se no currículo do candidato.

Armindo Freitas tem um conhecimento profundo sobre Santa Catarina, uma vez que, no seu percurso académico, tem dado uma atenção especial ao município. «Na sua licenciatura investigou sobre Análise Demográfica e socioeconómica no horizonte temporal 1990-2000. No mestrado investigou e defendeu com excelência a tese sobre a Gestão do Território Municipal: o Caso de Santa Catarina de Santiago, em que foi também apresentado e defendido como artigo científico no VIII Congresso da Geografia Portuguesa. Como docente universitário orientou dezenas de trabalhos de fim de cursos (vários sobre Santa Catarina) e tem escrito vários artigos de opinião sobre a problemática de desenvolvimento e gestão do território, em jornais escritos e online do país. Supervisionou também estágios técnicos nos diversos departamentos das câmaras municipais do país, com destaque para Santa Catarina. Em suma, conhece e bem esse município», refere o seu currículo.

Mestre com vasta experiência profissional

Armindo Freitas Correia é um quadro com alta qualificação académica. É mestre em Gestão do Território, desde 2011, pela Universidade Nova de Lisboa. Tem ainda o grau de especialista em Planeamento e Ordenamento do Território, pela mesma universidade de Portugal. Freitas possui ainda licenciatura em Geografia, feita em 2008, através da Universidade de Cabo Verde.

Mas as aptidões académicas de Coreia não ficam por aí. Investigador na área de Gestão do Território Municipal, defendeu uma dissertação de mestrado intitulado «A Gestão do Território Municipal em Cabo Verde: O caso de Santa Catarina de Santiago». Apresentou e publicou artigos científicos sobre planeamento municipal em congressos e revistas, bem como em vários artigos de opinião em jornais escritos e online de Cabo Verde.

O candidato de amor e nova visão para Santa Catarina é também um quadro com muita experiência profissional, principalmente a nível da docência. É professor Universitário e Secundário, tendo exercido a docência em três instituições de ensino superior e três escolas secundárias.

Na Universidade de Santiago, em Assomada, lecionou, durante alguns anos, várias disciplinas do curso de Geografia e Gestão do Território, orientou monografias e supervisionou estágios técnicos nas Câmaras Municipais de Santa Catarina, Tarrafal e Calheta de São Miguel.

Trabalhou ainda, vários anos, no extinto Instituto Universitário da Educação (escolas de Assomada e da Praia) agora transformado na Faculdade da Educação e Desporto (FAED) e na Faculdade de Ciência e Tecnologia da UNI-CV. Além de lecionar matérias da sua área de formação, supervisionou estágios pedagógicos e orientou monografias.

O mesmo aconteceu no IEFP - Centro de Formação Profissional de Assomada, no Liceu Amílcar Cabral, durante 4 anos, na escola Secundária Armando Napoleão Fernandes, em Cruz Grande, durante 5 anos, e na escola Secundária da Fundação Infância Feliz, na Praia, onde é colocado atualmente pelo ministério da Educação. Por isso, há dois anos que reside na Praia, mas tem feito deslocações permanentes ao Município de Assomada e à sua terra natal de Chã de Tanque.

Jovem político com formação na liderança

O candidato do PAICV à Câmara de Santa Catarina de Santiago é um quadro com experiência e formação na liderança política. «Armindo Freitas é jovem com maturidade, líder nato e autêntico, responsável, sério, honesto, determinado, exigente, com princípios e convicções fortes, pró-ativo, dinâmico e empreendedor e com profundo conhecimento e amor ao povo do seu município», descrevem os seus colegas num documento a que este jornal teve acesso.

Segundo a mesma fonte, na política tem estado incansavelmente na linha da frente, no combate político local, defendendo interesses do povo, com críticas construtivas, em artigos e posts sobre as lideranças e opções atuais, mostrando prioridades e opções de políticas públicas realistas e viáveis para Santa Catarina. «É militante do PAICV, primeiro Secretário do partido em Santa Catarina e membro nato do Conselho Nacional do PAICV. Participou na formação Política Intitulada “Futuros Líderes Políticos dos PALOP, na China em Março de 2019. Tem Participado nas últimas atividades políticas do PAICV: Congressos, Conselho Nacional, Comissão Política Regional», salienta o seu currículo.

A fazer fé na mesma fonte, como cidadão, desde sempre tem defendido a causa justa e tem participado em várias ações de formação/conversa aberta, de solidariedade e de atividade desportivas e culturais em Santa Catarina.

Conhecedor de realidades internacionais, Armindo Freitas acredita que pode aproveitar muito dessas experiências para o desenvolvimento de Santa Catarina. «É um cidadão que transcende várias fronteiras, tendo conhecido realidades de vários países (Portugal, Espanha, França, EUA, China). Experiências estas que quando importadas, adaptadas e fundidas com o conhecimento que tem sobre Cabo Verde e neste particular Santa Catarina, daria lhe ativos e mais-valias singulares para governar, caso venha ser eleito, com êxito esse município de Santiago», destaca a nossa fonte.

Amor e nova visão por Santa Catarina

Baseado no perfil referido, o PAICV escolheu Armindo Freitas Correia para ser, nas próximas eleições autárquicas, o seu candidato à presidência da Câmara de Santa Catarina, que tem a cidade de Assomada como capital de Santiago Norte. «Movido pelo amor, visão e causa ao seu município e seu povo e concomitante a propósito de um desenvolvimento efetivo e sustentável, ancorados nos valores de ética, transparência participativa e inclusiva, Armindo Freitas Correia liderara com amor a candidatura a Presidente de Câmara Municipal de Santa Catarina», reza o documento que vimos citando.

Para observadores locais, trata-se de uma aposta ousada para esse concelho territorialmente maior da ilha de Santiago, de fortes tradições culturais (festa das cinzas, desfilie de tabanca), de negócios (feiras de trocas) e políticas. Neste particular, destaca-se a Revolta dos Engenhos (1822), a Revolta de Achada Falcão (1841) e a Revolta de Ribeirão Manuel (1910). Isto sem contar com as grandes figuras políticas que nasceram ou cresceram nesse concelho, como o herói nacional Amílcar Cabral, o antigo Presidente da República António Mascarenhas Monteiro e o ex-Primeiro-ministro José Maria Neves. O desafio está lançado com esta candidatura de Armindo Freitas Correia à Edilidade de Assomada, aprovada pela liderança nacional de Janira Hopffer Almada.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project