ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Amazon vitoriosa contra sindicalização —Empregados têm derrota na 2ª votação 12 Abril 2021

Amazon, Facebook, Uber ... têm fama de serem maus empregadores que têm "levado a sua avante". Mas a luta continua, dizem os trabalhadores das empresas tecnológicas que lutam há décadas pelos seus direitos.

Amazon vitoriosa contra sindicalização —Empregados têm derrota na 2ª votação

Deram resultado as estratégias para impedir a sindicalização na empresa do homem mais rico do mundo. Mas a luta continua e os milhares de trabalhadores nos armazéns da ’Amazon’ no Alabama contam com o apoio do presidente Biden para o próximo embate.

O 46º presidente apoia a luta pelo direito à sindicalização e incita os trabalhadores a não se deixarem intimidar. Também o ex-candidato presidencial Bernie Sanders, que apoia essa luta há décadas, tem incentivado o "avanço da sindicalização".

O combate sindical que se está a registar nos armazéns da ’Amazon’ no Alabama é bem digno deste lugar histórico, onde em abril de 1963 arrancou a ’Campanha de Birmingham’ protagonizada por Martin Luther King.

Há quem acredite que ainda este ano, o Alabama deve ficar na história como o primeiro Estado americano com o primeiro sindicato de trabalhadores da ’Amazon’, a plataforma de venda online criada em 1994 por Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo com "$196.2bn" na lista Forbes ou segundo da Bloomberg.

A primeira tentativa de sindicalização na firma de Bezos surge em 2014 entre os ’Trabalhadores Técnicos da Amazon’, que operam na manutenção e Reparação em Middletown, Delaware.

Essa tentativa nos Estados Unidos começou por uma petição da IAMAW-Associação Internacional dos Maquinistas e Trabalhadores do Aeroespaço, em dezembro de 2013 e intermediada pelo NLRB-Associação Nacional dos Assuntos Laborais.

A derrota na votação em janeiro de 2014 levou a um longo tempo sem nova tentativa. A ’Amazon’ destaca-se, ao longo dos seus 25 anos, por ter implementado estratégias para evitar a sindicalização. Com sucesso na maior parte dos países a começar pelos Estados Unidos.

Em sentido contrário, é plena a sindicalização nos países europeus do G7, como na Alemanha e França onde os trabalhadores estão sindicalizados desde a instalação da ’Amazon’ em 1999.

Fontes: Washington Post/NY Times/Twitter... Relacionado: Luta sindical na Amazon pode mudar EUA — Biden apoia trabalhadores, 24.mar021. Foto: A luta continua na Amazon -para impedir a sindicalização nos Estados Unidos, que assim continua a ser o único do G7 — que venceu a 2ª votação. Mas a esperança continua entre os trabalhadores que perderam em janeiro e março ...

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project