LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Angola: Produção de petróleo cresce 2 milhões de barris em Julho 26 Agosto 2021

A produção de petróleo teve aumento de mais de dois milhões de barris, em Julho deste ano, face ao mês anterior (Junho), que registou uma produção diária de 1,1 milhão como média diária.

Angola: Produção de petróleo cresce 2 milhões de barris em Julho

De acordo com a Agência Angola Press (ANGOP), a quantidade total de produção, em Julho, fixou-se em 34.185.213 barris contra os 32.191 mil e 940 barris produzidos em Junho, observando-se, desta feita, um aumento de mais de dois milhões de barris de crude.

Segundo dados do relatório de produção referente ao mês de Julho publicado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG), a que ANGOP teve acesso, apesar do aumento registado, Angola não alcançou a previsão diária que era de 1.185.393 barris.

No mesmo período, a produção de gás associado foi de 86 872 milhões de pés cúbicos, correspondente a uma média de 2 802 milhões de pés cúbicos dia (MMSCFD), sendo 1.415 MMSCFD injetados, 713 MMSCFD disponibilizados à fábrica de Angola Gás Natural Liquefeito (LNG). "Os restantes 325 MMSCFD foram destinados para geração de energia nas instalações petrolíferas e outra parte foi usado nas operações e escoamento do petróleo", cita a fonte.

Sabe-se ainda que durante o mês de Julho, a Fábrica de ALNG teve uma produção de 3.577.235 barris de óleo equivalente (BOE), correspondendo a uma média de 115.395 barris de óleo equivalente por dia (BOEPD), sendo a produção de LNG de 92.177 BOEPD, propano de 10.747 BOEPD, butano de 7.082 BOEPD e condensados de 5.388 BOE.

Enquanto isso, a produção de gás associado da Associação de Cabinda foi de 1.240 MMSCFD permitindo extrair 462.778 barris de LPG, correspondendo a uma média diária de 14 928 barris, sendo a produção diária de propano de 8.716 barris, butano de 5 748 barris e LPG de 464 barris, escreve a ANGOP.

No seu todo, a produção de petróleo, condensados e LPG foi de 34.815 025 BOE, correspondente a uma média diária de 1.123 065 BOE, com uma eficiência operacional das instalações na ordem dos 90% contra 87% inicialmente previsto.

Ainda no período em análise, os levantamentos de Angola foram de 34.957.234 barris correspondendo a média de 1.127.653 barris de petróleo por dia (BOPD) contra 1.030.160 BOPD previsto. "A ANPG levantou cerca 9.734 057 barris (28% do total dos levantamentos), e o Grupo Sonangol 5.878 784 barris (17% do total dos levantamentos)", cita a nossa fonte.

A Concessionária Nacional diz ainda que, durante o mês de Julho, estiveram em atividade sondagem sete unidades, sendo três navios sondagem em alto-mar, nomeadamente, a Libongos, Transocean Skyros e Maersk Voyager outra uma sonda em terra, a IDECO 350.

De acordo com notícias da ANGOP, estiveram ainda em atividades sondagens nos navios Tender SKD Jaya, LWIV Maersk Inventor e a unidade Hydraulic Workover. Trabalhos em 17 poços, sendo 08 operações de perfuração/completação, perfazendo um total um total de perfuração de 6.419 metros, também consta no relatório de produção do mês Julho, segundo a ANGOP.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project