LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Angola: Produção de petróleo regista aumenmto em Março de 2021 14 Maio 2021

Angola registou um aumento na produção de petróleo, no mês de Março deste ano, na ordem de 3,4 milhões de barris, em relação a Fevereiro, soube esta terça-feira, 11, a Agência de Notícias angolana (ANGOP).

Angola: Produção de petróleo regista aumenmto em Março de 2021

Em Março, o país produziu 35,2 milhões de barris contra os 31,8 milhões do mês de Fevereiro, segundo uma nota de imprensa da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG).”No mês de Março, a venda do barril de petróleo esteve ao preço médio de 67,93 Dólares americanos”, escreve a ANGOP.

A produção de gás associado durante o mesmo período foi de 84,5 milhões de pés cúbicos, correspondente a uma média de 2,7 milhões de pés cúbicos por dia (MMSCFD), sendo 1,3 MMSCFD injetados, 725 MMSCFD disponibilizados para a fábrica de ALNG, 263 MMSCFD para geração de energia nas instalações petrolíferas e remanescente usado nas operações e escoamento do petróleo.

Ainda de acordo com o documento, citado pela ANGOP, durante o mês de Março, a fábrica de ALNG teve uma produção de 3,6 Barris de Petróleo Equivalente (BOE), correspondendo a uma média de 117,1 Barris de Petróleo Equivalente Por Dia (BOEPD), sendo a produção de LNG de 92,3 BOEPD, propano de 11,4 BOEPD, butano de 7,7 BOEPD e condensados de 5,5 BOEPD.

No mesmo período, a produção de gás associado da Associação de Cabinda foi de 1 240 MMSCFD, permitindo extrair 491 975 barris de Gás Liquefeito Petróleo (LPG), o que corresponde uma média diária de 15 870 barris, sendo a produção diária de propano de 9 107 barris, butano de 6 334 barris e LPG de 429 barris.

“A produção de petróleo, condensados e LPG foi de 35, 9 milhões de Barris de Petróleo Equivalente (BOE) correspondente a uma média diária de 1,1 milhão de BOE”, cita a ANGOP, acrescentando que no mês em análise, estiveram em atividade de sondagem nove unidades, sendo quatro navios sonda, nomeadamente a Libongos no Bloco 15/06, a DS-12 no Bloco 18, a Transocean Skyros no Bloco 17, a Maersk Voyager no Bloco 20; e uma sonda em terra a IDECO 350 na concessão FS FST, uma Tender SKD Jaya no Bloco 14.

De salientar que a lista contempla ainda um navio de intervenção LWIV Maersk Inventor no Bloco 31, uma unidade de Slickline no Bloco 2 e uma unidade Snubbing no Bloco 3/05.

“Foram realizados trabalhos em vinte e dois poços sendo doze em operações de perfuração/completação, sete intervenções em on shore, duas intervenções em offshore, e um poço de abandono, sendo um total de 4 038 metros perfurados”, cita a nossa fonte.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project