LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Angola: Rafael Marques denuncia esbanjamento da presidente do Tribunal de Contas: "O cofre do TC é o seu mealheiro" —Repercussão internacional vs. Silêncio em casa 22 Junho 2022

O jornalista e ativista angolano Rafael Marques e Morais denunciou, no portal Maka Angola, sob o título "Tribunal de Contas é o mealheiro de Exalgina Gamboa", os gastos da presidente do Tribunal de Contas que terá utilizado o cofre privativo do TC para pagar despesas de 212 milhões de kuanzas (c.33 milhões CVE), só em mobílias para a sua casa particular.

O jornalista e ativista angolano Rafael Marques e Morais denunciou — no portal Maka Angola, sob o título "Tribunal de Contas é o mealheiro de Exalgina Gamboa" — os exorbitantes e ilegais gastos da presidente do Tribunal de Contas. que terá gastado 212 milhões de kuanzas (c.33 milhões CVE), só em mobílias, a expensas do Estado angolano.

Rafael Marques e Morais revela ainda que Exalgina Gamboa habita num condomínio de luxo, em casa comprada em 2020 pelo governo no valor de 3,5 milhões de dólares (370 milhões CVE) e que a juíza gastou meio milhão de dólares (50 milhões CVE) do dinheiro público na reabilitação da mesma.

O jornalista denuncia ainda a inoperância da instituição nos seguintes termos: "Basta consultarmos o site do Tribunal de Contas para percebermos que a presidente vale mais do que a própria instituição. Em relação à 1.ª Câmara, os últimos acórdãos e resoluções disponíveis são de 2017, o que revela grande incompetência. E mesmo esses documentos são apresentados de forma atabalhoada e confusa. Surgem, em primeiro lugar, acórdãos de 2014, que se misturam com acórdãos de 2015, 2016 e 2017, sem qualquer ordem perceptível. Este é apenas um exemplo de uma desconsideração completa pela sociedade civil e pela transparência das contas públicas".

Fontes: Makaangola.org

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project