CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Ano letivo 2019/2020 arranca a 23 de Setembro 09 Maio 2019

Com o lema “Juntos pela qualidade sem deixar ninguém para trás”, vai arrancar, em 23 de Setembro, o ano letivo 2019/2020, o que demanda o envolvimento da comunidade educativa, dos parceiros institucionais e da sociedade civil para, juntos, trabalharem e aprimorarem para a qualidade do projeto educativo. Esta informação foi avançada pela Ministra da Educação, Maritza Rosabal, durante o encerramento do Conselho Alargado do Ministério da Educação, realizado nos dias 02,03 e 04 deste Mês, na cidade da Praia, e que contou com todos os dirigentes dos serviços centrais e desconcentrados do Ministério da Educação.

Ano letivo 2019/2020 arranca a 23 de Setembro

A titular da pasta da Educação adiantou que o ano letivo 2019/2020 arranca no dia 23 de Setembro, mas que o ano escolar iniciar-se-á no dia 03 de Setembro, ou seja, com três semanas de antecedência para a preparação interna, diferenciando-se dos anos anteriores que este começo era feito em apenas duas semanas.

De acordo com Maritza Rosabal, o aumento do período preparatório vai permitir que cada concelho prepare os módulos de formação com características a nível local, para poderem partilhar as melhores práticas com resultados na redução do abandono escolar, na melhoria da Lecto-escrita, na melhoria da gestão, coordenação e funcionamento dos agrupamentos e na área das necessidades educativas especiais.

“Estes módulos que irão ser ministrados e preparados a nível local, juntamente com os módulos nacionais, são importantes para a preparação do ano lectivo de um modo geral”, salientou a governante, acrescentando que para o próximo ano letivo vai se dedicar uma atenção especial à proteção da criança e do adolescente, afim de se reduzir e eliminar os problemas que os alunos enfrentam, não só nas escolas como também nas comunidades onde estão inseridos.

“O contacto permanente com as famílias e as comunidades é de suma importância para estreitar o relacionamento, conhecer os reais problemas dos alunos e se extrair as boas práticas”, sublinha.

É de referir que o Conselho do Ministério da Educação teve como objetivo debater os impactos da implementação do quadro legal, o balanço do ano letivo 2018/2019, a preparação do ano letivo 2019/2020, bem como as Políticas de proteção das crianças, jovens e adolescentes nas escolas.

CL

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project