BREVES NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

António Costa participa na Conferência da Ocean Race em Cabo Verde 19 Janeiro 2023

O Primeiro-ministro português, António Costa, participa na segunda-feira, no Mindelo, numa conferência dedicada aos oceanos por ocasião da passagem da Ocean Race por Cabo Verde, em que também estará presente o Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres.

António Costa participa na Conferência da Ocean Race em Cabo Verde

No Mindelo, segundo nota do executivo português, António Costa fará uma intervenção no painel sobre finanças sustentáveis do oceano, ponto em que procurará salientar o papel de Portugal na área da economia azul - um elemento que o primeiro-ministro tem classificado como central na estratégia nacional de desenvolvimento. "A Ocean Race é considerada a mais antiga e emblemática regata à volta do mundo, e vai organizar a conferência dos oceanos em parceria com o Governo de Cabo Verde", cita a Lusa.

No mês passado, quando o programa foi divulgado pelo Governo cabo-verdiano, o primeiro-ministro deste país, Ulisses Correia e Silva, anunciou que António Guterres seria o orador principal no Ocean Summit que terá lugar, à margem da passagem do Ocean Race por Cabo Verde, na cidade do Mindelo, a partir de sexta-feira até ao próximo dia 25.

"Contamos ter a presença de grandes entidades mundiais para uma agenda focada nos Oceanos e sua proteção. Com a passagem do Ocean Race, Cabo Verde será o centro do mundo nesses dias e é essa a visão do Governo - promover Cabo Verde como líder mundial na economia azul; Cabo Verde hub no centro médio do atlântico; Cabo Verde destino turístico de excelência; Cabo Verde centro de grandes eventos mundiais", salientou Ulisses Correia e Silva.

"Representa ainda a capacidade de atratividade de Cabo Verde e uma oportunidade de mostrar ao mundo um Cabo Verde como plataforma da economia marítima, turística e de organização de grandes eventos desportivos. Por outro lado, é uma oportunidade para o desenvolvimento da nossa economia local em especial reforçando e modernizando os portos nacionais, em concreto o Porto Grande do Mindelo", acrescentou.

O Governo deste país prometeu reunir todas condições logísticas para receber a passagem, pela primeira vez por Cabo Verde, da 14.ª edição daquela regata, que partiu domingo de Alicante, Espanha.

Essa primeira etapa, de 1.900 milhas náuticas (3.520 quilómetros) termina na Baía do Mindelo, Cabo Verde, e a segunda, com destino à Cidade do Cabo, África do Sul, deverá iniciar-se em 25 de janeiro, depois da paragem de cinco dias em São Vicente.

A competição - que chegou a estar planeada para o período de 2021/2022, mas foi adiada para 2023 devido à pandemia de covid-19 - deverá percorrer ao longo dos seis meses de competição de volta ao mundo, por cerca de 32.000 milhas náuticas (59.296 quilómetros), em categorias separadas, até terminar no verão em Génova, Itália, quando se comemoram os 50 anos desta prova, segundo a organização.

No espaço da frente marítima na ilha de São Vicente serão instalados pontões para atracagem, além da reabilitação da zona em terra, estando previsto, segundo o Governo de Cabo Verde, o reaproveitamento de algumas infraestruturas agora a construir para o futuro clube náutico do Mindelo.

Asemana Com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project