POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Autárquicas 2020/Praia: Ana Reis lidera candidatura da sociedade civil à presidência da Câmara Municipal da Praia 23 Agosto 2020

A professora Ana Rita Reis vai liderar uma candidatura da sociedade civil à presidência da Câmara Municipal da Praia com o propósito de dar atenção à educação, à formação e à igualdade de oportunidades para mulheres e jovens.

Autárquicas 2020/Praia: Ana Reis lidera candidatura da sociedade civil à presidência da Câmara Municipal da Praia

“Uma das razões é querer fazer um pouco mais para a Cidade da Praia, juntamente com os demais técnicos e agentes de transformação e de desenvolvimento da Praia, por isso aceitei (…) e se os praienses nos derem essa chance poderemos mudar o rumo de todos”, disse Ana Reis assegurando que é preciso dar mais atenção às zonas periféricas e rurais do município da Praia “que estão a passar por muitas dificuldades”.

Outro aspecto que pesou muito na candidatura de Ana Reis é o facto de as listas apresentadas pelos dois maiores partidos em Cabo Verde não terem nenhuma mulher como cabeça-de-lista para a presidência das câmaras municipais.

A candidata explicou que, por esta razão, foi escolhida para liderar essa candidatura, entre um conjunto de nomes de mulheres que os praienses queriam que estivesse à frente da plataforma da sociedade civil além do facto de um estudo realizado em 2016 indicar que 62 por cento (%) dos praienses já não se revê nas candidaturas propostas pelas duas maiores forças políticas.

Se for eleita presidente da câmara, no dia 25 de Outubro, Ana Rita Reis promete dar uma atenção especial à habitação social, que considerou ser precária, criar condições para que todos consigam ter um emprego e, acima de tudo, fazer com que a cidade se desenvolva em igualdade e oportunidade e fazer com que a cidade seja útil para todos.

“Se tiver uma política de educação, se tiver uma política de promoção de igualdade e equidade vai ver que muitos dos problemas a nível social vão se acabando. O projecto surgiu de um sonho e de uma vontade de querer ver as coisas melhores”, frisou a candidata que deixou claro que lidera uma candidatura que “não é independente mas sim da sociedade civil”.

A apresentação pública desta candidatura será feita na quarta-feira, 26, e é composta por quadros e técnicos de diversas áreas.

Segundo Ana Reis, a lista, que está “praticamente” finalizada, não vai estabelecer o critério de 40/60 prevista na lei da paridade, mas sim terá uma margem de 45/55 ou até de 50/50.

Ana Reis nasceu em 1978 no concelho de São Lourenço dos Órgãos, no interior da ilha de Santiago, e actualmente é directora-geral da Escola Profissional das Tecnologias e Artes na cidade da Praia.

Mestre em Tecnologia de Informação pelo Instituto da Educação da Universidade de Lisboa e Universidade de Cabo Verde, é também formada em Gestão de Projectos (Paris), Educação para a Liderança (Estados Unidos) e Marketing e Comércio Internacional (Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo).

É formada, também, em Línguas, Literaturas e Culturas Cabo-verdiana e Portuguesa pela Uni-CV e é especialista em Liderança e Desenvolvimento Pessoal pelo Instituto Pedro Pires para a Liderança. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project