ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Autocarro foi meio de transporte que menos cresceu em Cabo Verde no terceiro trimestre 04 Janeiro 2023

Os autocarros em Cabo Verde somaram quase 4,9 milhões de passageiros no terceiro trimestre de 2022, o meio de transporte que menos cresceu em termos homólogos, indicam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) compilados hoje pela Lusa.

Autocarro foi meio de transporte que menos cresceu em Cabo Verde no terceiro trimestre

De acordo com o relatório de Estatísticas dos Transportes do terceiro trimestre, os 4.862.666 passageiros em transportes coletivos urbanos regulares no arquipélago de julho a setembro comparam com os 4.790.655 do mesmo período de 2021 (+1,5%).

Em nove meses de 2022 já contabilizados pelo INE, os autocarros transportaram 15.686.201 passageiros em Cabo Verde, essencialmente nas duas maiores cidades do arquipélago, Praia e Mindelo.

No terceiro trimestre, a distância total percorrida pelos autocarros em Cabo Verde registou o valor mais alto em mais de um ano, acima de 1,5 milhões de quilómetros, um aumento de 3,5% em termos homólogos. Já o período trabalhado desceu 25,8% face ao terceiro trimestre de 2021, para 121.321 horas.

O número de lugares disponibilizados para o transporte, de passageiros sentados ou em pé, em autocarros aumentou ligeiramente, 0,4%, em relação a igual período do ano de 2021, para um total de 6.351.157.

O crescimento dos passageiros transportados em autocarros no terceiro trimestre, 1,5% em termos homólogos, foi, contudo, o mais reduzido, face ao crescimento de 153% no movimento de passageiros nos aeroportos e aeródromos de Cabo Verde e de 7,3% nos passageiros movimentados nos portos nacionais.

De acordo com dados compilados a partir do relatório anual dos transportes, relativo a 2021, do INE, os transportes terrestres em Cabo Verde, em autocarros, transportaram mais quase 6,3 milhões de passageiros face a 2020, ano fortemente afetado pelas restrições impostas para travar a pandemia de covid-19.

Em todo o ano de 2021, foram transportados em autocarros, no arquipélago, 20.090.781 passageiros, registo que compara com os 13.794.316 em 2020, que representou então uma quebra de 31,6% face a 2019.

Em 2020, o total de passageiros transportados em autocarros recuou a níveis anteriores a 2016, segundo o histórico disponibilizado pelo INE.

Cabo Verde recupera de uma profunda crise económica e financeira, decorrente da forte quebra na procura turística - setor que garante 25% do PIB do arquipélago - desde março de 2020, devido à pandemia de covid-19. Em 2020, registou uma recessão económica histórica, equivalente a 14,8% do PIB, seguindo-se um crescimento de 7% em 2021 impulsionado pela retoma da procura turística.

Para 2022, devido às consequências económicas da guerra na Ucrânia, nomeadamente a escalada de preços, o Governo baixou em junho a previsão de crescimento de 6% para 4%, que, entretanto, voltou a rever, para mais de 8% e já na semana passada para 10 a 15%.
A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project