ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Banco Mundial apoia Cabo Verde com 30 milhões de dólares a construir uma recuperação económica justa e sustentável 07 Dezembro 2021

O Banco Mundial (BM) aprovou uma Operação de Financiamento para Políticas de Desenvolvimento de U$30 milhões, para apoiar os esforços do Governo no fortalecimento de políticas para uma recuperação sustentável, equitativa e mais ecológica, no seguimento da crise da Covid-19 em Cabo Verde.

Banco Mundial apoia Cabo Verde com 30 milhões de dólares a construir uma recuperação económica  justa e sustentável

“Numa altura em que Cabo Verde se recupera da maior contração económica da história e busca aproveitar o momento para embarcar numa agenda de reformas ambiciosas, esta operação vem apoiar ações de políticas públicas para lançar as bases para uma recuperação económica que passe por reduzir riscos fiscais e melhorar a transparência das dívidas, fortalecer a resiliência dos agregados familiares mais pobres e vulneráveis, em particular para as mulheres, e promover uma retoma sustentável da parte do setor privado,” explica o Diretor Nacional do Banco Mundial para Cabo Verde, Nathan Belete.

Conforme uma nota enviada ao Asemanaonline, esta operação, a primeira numa série de duas, está estreitamente alinhada com as prioridades do Governo, delineadas na sua estratégia de recuperação, Cabo Verde Ambição 2030.

O programa apoia reformas para reduzir riscos fiscais e melhorar a transparência de dívidas, através do fortalecimento da gestão de riscos fiscais, e melhorar a qualidade, frequência e cobertura dos relatórios de dívida pública, incluindo das Empresas Estatais. “Ergue-se também, sobre o programa de resposta à Covid-19, o fortalecimento do sistema de proteção social, com vista a permitir uma resposta mais rápida e bem delineada a choques externos”, lê-se na nota.

Por fim, a operação promove investimentos privados com responsabilidade social e ambiental no turismo e na aquacultura. “Em síntese, espera-se que o programa de reformas apoiado pela Operação tenha efeitos positivos sobre a pobreza, no impacto social e ambiental e no aumento da resiliência da economia face a choques externos”, acrescenta o documento.

O Banco Mundial apoia Cabo Verde através de nove projetos da AID/BIRD1 num compromisso total de U$186 milhões, um projeto regional no montante de U$15 milhões, juntamente com um programa abrangente de serviços analíticos.

“Essas atividades contribuem para o crescimento e desenvolvimento económico global do país, por via da implementação de reformas económicas relacionadas com os transportes, a governança, o desenvolvimento do setor privado, a diversificação e competitividade do turismo, a inclusão social e produtiva, a capacidade de gestão da dívida, o desenvolvimento humano e a transformação digital”, conclui a fonte deste jornal.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project