LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Bancos de desenvolvimento querem mais cooperação para garantir recuperação 21 Outubro 2022

Os líderes dos bancos multilaterais de desenvolvimento, reunidos esta semana em Abidjan, defenderam o aumento da cooperação e a construção de resistência, nomeadamente em África, para garantir uma recuperação económica resiliente às alterações climáticas.

Bancos de desenvolvimento querem mais cooperação para garantir recuperação

"Precisamos de fazer mais para juntar os nossos recursos e alavancar o volume de capital no setor privado para o financiamento climático; devemos fazer todo o possível para assegurar as transições energéticas, reconhecendo ao mesmo tempo as necessidades específicas dos países em desenvolvimento", disse o presidente do Banco Africano de Desenvolvimento, Akinwumi Adesina, que em conjunto com o Banco Europeu de Investimento (BEI), organiza a cimeira do Financiamento em Comum, que se realiza pela primeira vez em África.

Citado no comunicado de imprensa, o presidente do BEI, Werner Hoyer, disse, conforme avançou a Lusa que os bancos públicos de desenvolvimento, que atualmente têm mais de 23 biliões de dólares em ativos, tinham um "papel especial a desempenhar na defesa de ativos virados para o futuro".

A coligação Financiamento em Comum abrange mais de 520 bancos públicos de desenvolvimento em todo o mundo, cujo principal objetivo é canalizar verbas com baixas taxas de juro para financiar os projetos que mais contribuem para o desenvolvimento dos países mais desfavorecidos, informou a Lusa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project