DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

’Banquete’ mexicano levou a campeã a... ’trincar’ a língua 17 Junho 2018

México causa surpresa e vence a Alemanha, por 1-0, graças a um golo de Lozano.

’Banquete’ mexicano levou a campeã a... ’trincar’ a língua

Mais uma grande surpresa no Mundial! Depois do empate (1-1) da Argentina frente à Islândia, o México venceu a campeã mundial Alemanha por 1-0 e assegurou, à condição - Coreia do Sul e Suécia só se defrontam esta segunda-feira - , a liderança isolada do grupo F. No estádio Luzhniki, em Moscovo, Lozano apontou o único golo de um encontro que acabou por ser um dos mais espetaculares jogo deste Campeonato do Mundo.

Numa primeira parte eletrizante, com várias oportunidades para ambos os conjuntos, foi a formação azteca a primeira a criar perigo. Com Herrera e Layún no onze, o México ameaçou o primeiro logo aos 2’ minutos, por Lozano, que seria a grande figura do encontro. No entanto, a ’mannschaft’ respondeu pouco depois, mas o remate de Werner saiu ao lado da baliza de Ochoa. A partir daqui, o jogo entrou numa fase de parada e resposta, com as duas equipas partidas e em contra-ataques sucessivos.

Já depois de Layún ficar perto do segundo, os comandados de Juan Carlos Osorio surpreenderam mesmo os germânicos e adiantaram-se no marcador. O portista Herrera recuperou a bola a meio do meio-campo mexicano e, após uma saída rapidíssima, Chicharito serviu Lozano, que não falhou. O México gerava surpresa em Moscovo e deixava a campeã mundial obrigada a correr atrás do prejuízo.

Até ao intervalo, Toni Kroos ainda ficou a centímetros do golo, mas o livre do médio do Real Madrid embateu na trave da baliza de Ochoa. Na segunda parte a toada manteve-se, com muitas oportunidades de parte a parte, mas até poderia ter sido o México a dilatar a vantagem, ambas por Miguel Layún (78’ e 82’), já quando o benfiquista - agora cedido ao Wolverhampton - estava em campo.

Até ao final, a Alemanha tentou ’carregar’ à procura do empate, mas a segurança do guardião azteca aliada à falta de assertividade germânica no capítulo da finalização mantiveram o resultado. O México serve assim um ’banquete’ azedo e leva a campeã mundial a ’trincar’ a língua na estreia neste Mundial. Fonte: Reuters

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project