INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Bélgica condena a 20 anos o único terrorista sobrevivente do atentado de 13-11-15 de Paris : Morreram 130 das 498 vítimas 24 Abril 2018

Salah Abdeslam foi condenado, esta segunda-feira, na Bélgica, a vinte anos de prisão. Não pelos ataques terroristas de Paris em 13 de novembro de 2015, em que morreram 130 pessoas e outras 368 ficaram feridas.

 Bélgica condena a 20 anos o único terrorista sobrevivente do atentado de 13-11-15 de Paris : Morreram 130 das 498 vítimas

O tribunal penal de Bruxelas leu esta segunda-feira, 23, a sentença que condena a vinte anos de prisão Salah Abdeslam e Sofiane Ayari, acusados no ataque de 15 de março de 2016 em Bruxelas que deixou um polícia ferido. O crime foi levado a cabo por um trio que "com intenções terroristas" atacou três polícias. O terceiro terrorista, Mohamed Belkaid, foi morto pela polícia. Salah Abdeslam conseguiu fugir, mas foi capturado três dias depois no bairro de Mollenbeek, na periferia bruxelense.

O único sobrevivente do grupo de cinco comandos que perpetraram os ataques de Paris em 2015, o franco-marroquino Abdeslam Salah, hoje com 28 anos, julgado em Bruxelas esta segunda-feira, encontra-se detido numa prisão de alta segurança em França.

O julgamento decorreu sem a presença do réu que está encarcerado numa cadeia de alta segurança em França. No primeiro dia do julgamento, a 5 de Fevereiro, recusou-se a prestar declarações, afirmando só confiar no seu deus "Alá", e no segundo dia não apareceu. Dadas as questões de segurança que envolve a sua saída da cadeia em França para se deslocar ao tribunal na Bélgica, pode ser tida como benéfica a sua ausência na sentença, este 23 de abril.

Fontes: Belgian Times/ BBC/Express/Mirror. Foto de Abdeslam Salah, num mercado de Bruxelas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project