INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Blinken diz que EUA condenam veementemente ataque de mísseis russos contra Odessa 23 Julho 2022

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, disse que seu país condena veementemente o ataque com mísseis russos neste sábado (23) contra o porto de Odessa, na Ucrânia, e disse que a Rússia é responsável por aprofundar a crise alimentar mundial.

Blinken diz que EUA condenam veementemente ataque de mísseis russos contra Odessa

O ataque “prejudica o trabalho da ONU, Turquia e Ucrânia para levar alimentos essenciais aos mercados mundiais”, disse Blinken em comunicado, citado pela CNN Internacional com bases em infromações da agência Reuters.

A Rússia deve parar com sua agressão e implementar totalmente o acordo de grãos com o qual acordou”, acrescentou o secretário.

Blinken fazia referência ao acordo de reabertura dos portos ucranianos no Mar Negro para exportação de grãos, sitiados após a invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro.

Segundo o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, o entendimento deveria abrir caminho para volumosas exportações comerciais de alimentos de três portos ucranianos: Odessa, Chernomorsk e Yuzhny.

De acordo com informações do porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia, Oleg Nikolenko, o ataque com mísseis no porto de Odessa, no entanto, quebra as promessas e “mina seus compromissos perante a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Turquia sobre o acordo de Istambul”.

Em entrevista à CNN, o professor de Relações Internacionais da ESPM, Leonardo Trevisan, afirmou que o compromisso poderia significar “uma iniciativa, um passo à frente no sentido da paz e conter o processo da guerra”.

“Como olhamos o nome que toda essa ação teve, ’Iniciativa para o Mar Negro’, resume bem: é uma iniciativa”, complementou a CNN com base em informações da Reuters.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project