REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Boa Nova: É o fim do ano ’horribilis’ 2020 ! 01 Janeiro 2021

Viva 2021 da verde, verdiana, esperança. Adeus a este 2020, já "esse" — ouviu meu amigo, minha amiga, do "Gosto de você, Brasil" jorgebarbosiano, com morabeza bem entendida? —, esse 2020 Horribilis que esconjuramos saudando o seu fim.

Boa Nova: É o fim do ano ’horribilis’ 2020 !

No Japão, que entrou no Ano Novo doze horas antes de nós, destaca-se não a festa do Reveillon e sim o protesto anti-máscara, em Tóquio a acompanhar as badaladas da sua meia-noite.

Entre os mais adiantados na entrada em 2021 está também Wuhan. O mundo cibernauta abrigado no anonimato volta a desancar sobre a "sabura" de Wuhan, como em agosto quando milhões de internautas reclamaram contra a "Vida de praia em Wuhan" enquanto "o mundo paga o preço".

Irá Pequim passar em silêncio ou defender o direito à festa na capital da província de Hubei, tornado epicentro mundial no anno horribile?

Horribilis este 2020, já "esse" — ouviu meu amigo, minha amiga, do "Gosto de você, Brasil" jorgebarbosiano? —, esse 2020 que esconjuramos saudando o seu fim.

Também em Paris, num jogo de palavras com a estação de metro Bonne Nouvelle, o esperançoso 2021 é saudado com este slogan "Boa Nova. Fim do ano 2020!".

E na outra margem atlântica, está Nova Iorque da Times Square deserta "no comments". Deserta como a ponte de Waterloo na Paris sem luz nem som.

Fotos (Reuters/Getty/AFP): A partir da esquerda: Nova Iorque, a rua da esquadra mais famosa do mundo (triste, triste),Times Square deserta. Tóquio em protesto. Paris da Hidalgo de esquerda ocupa aqui o centro e o trocadilho do extremo-direito. MLL

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project