NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Boa Vista: Biblioteca municipal reabre em novo espaço no Centro de Arte e Cultura 15 Fevereiro 2022

A biblioteca municipal da ilha da Boa Vista reabriu, esta segunda-feira, ao público no Centro de Arte e Cultura, numa cerimónia que serviu também para o lançamento do livro “O Fiel Defunto”, do escritor boa-vistense Germano Almeida.

Boa Vista: Biblioteca municipal reabre em novo espaço no Centro de Arte e Cultura

Segundo a Inforpress, durante a cerimónia da reabertura da biblioteca, que está agora instalada no 1º piso do Centro de Artes e Cultura (CAC), a directora da Cultura, Leidy Diana Barros, considerou a retoma das actividades “um grande ganho” para a ilha da Boa Vista, a nível social, educacional e cultural.

Leidy Diana Barros certificou que a biblioteca trará mais-valia à literatura, leitura pública, pesquisa, a toda a comunidade educativa da ilha, leitores, escritores e a todos os munícipes, garantindo o livre acesso ao conhecimento.

Destacou a necessidade de ser ter na ilha uma biblioteca bem equipada e com condições propícias ao serviço da população, bem como a indispensável implementação de uma biblioteca acolhedora, moderna e atrativa, acompanhada e projectos e ações que promovam e incentivam a leitura, numa nova roupagem dada agora ao espaço.

Leidy Diana Barros explicou ainda que para concretizar a reabertura do espaço houve um “processo de trabalho e aprendizagem” e a “necessidade de ampliar o conceito de uma biblioteca, conhecer as regras, perceber a necessidade de ter uma biblioteca equiparada, um espaço apropriado e arejado para protecção do acervo, catalogada e organizada conforme as necessidades e exigências dos dias de hoje”.

Mais, a mesma sublinhou os investimentos feitos em formação e capacitação dos colaboradores para o desenvolvimento do processo e de técnicos especializados na área.

A directora da Cultura destacou, prossege a Inforpress, o facto da nova biblioteca municipal ser a segunda a nível nacional a implementar o sistema de gestão de biblioteca, com a base de dados KOHA, que permite a catalogação de livros, autores e entidades e toda a gestão da biblioteca.

Leidy Diana realçou ainda a importância do protocolo assinado com a Biblioteca Nacional, parceira que considera ser fundamental para a materialização deste projecto e que espera venha a ser uma alternativa para as crianças, adolescentes, jovens e todos os munícipes, com a função essencial de desenvolver o gosto e o hábito da leitura, incentivando e estimulando a aprendizagem, a criatividade, a comunicação e o desenvolvimento a todos os níveis.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal da Boa Vista, Cláudio Mendonça, diz acreditar que a biblioteca vai ser um “excelente parceiro da autarquia, da comunidade educativa e das famílias”, acolhendo e promovendo a formação académica e social.

Por isso, no seu entender, a biblioteca deverá ser um lugar das crianças e adolescentes, constituindo um espaço alternativo para elas, e que as famílias deverão ver as bibliotecas e os espaços de leitura e literatura como sendo espaços centrais na educação fora do contexto familiar.

Neste contexto, ajuntou o edil da Boa Vista, que o objetivo maior é dotar este espaço de uma nova dinâmica, proporcionar um ambiente actrativo e acolhedor, incrementar novas valências, tais como o espaço multimédia, com vista a incentivar a pesquisa, a criatividade e o gosto pela leitura.

O mesmo conferiu ainda que a intenção é criar acções dinâmicas, encontros e programas que contemplem formação de leitores, deslocações aos povoados, intercâmbio com outras bibliotecas da ilha, aprofundar a parceria com a Biblioteca Nacional, com as bibliotecas das câmaras geminadas do país e no exterior, de forma a promover a leitura, criar gosto pela literatura, pela pesquisa, principalmente no seio da camada juvenil, conclui a fonte referida.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project