Legislativas 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Boa Vista: Candidatos confiantes na vitória 15 Abril 2021

As candidaturas do PAICV, MPD, UCID e PP, pelo círculo eleitoral da Boa Vista, mostram-se confiantes na vitória nas eleições legislativas de 18 de Abril e aproveitam as ultimas horas da campanha eleitoral para reafirmar os compromissos assumidos com o eleitorado. No derradeiro apelo, os partidos urgem os boavistentes a exercerem a sua cidadania através do direito ao voto.

Boa Vista: Candidatos confiantes na vitória

Sérgio Corrá, cabeça-de-lista do Partido Popular pelo círculo eleitoral da ilha das Dunas, diz-se tranquilo após estas semanas de contacto com o eleitorado em todas as localidades do município e afirma que o balanço "é positivo".

“O Balanço é positivo porque as pessoas estão a compreender as nossas mensagens e o nosso programa social. Agora é esperar para ver se a população quer que haja uma reforma completa do estado. Acredito que nós temos a possibilidade de eleger um deputado na ilha da Boa Vista”, assegurou.

Em contactos porta-a-porta com o eleitorado de João Galego, Sérgio Corrá reafirmou, hoje, o compromisso de eliminar o Ministério da Agricultura e transferir esses recursos aos vereadores das Câmaras Municipais. O candidato propõe também, caso o seu partido saia vitorioso no dia 18 de Abril, legalizar a produção de cannabis ", tudo isso com o intuito de diversificar a agricultura e utilizá-la para o sector dos medicamentos”.

Nesta sexta-feira, 14, último dia de campanha eleitoral, a caravana do PP encerra o periodo oficial de campanha com contatos porta-a-porta junto à comunidade do Bairro de Boa Esperança, a apelar ao voto de confiança no partido.

Já o cabeça-de-lista da UCID, com o lema «Basta dos mesmos. Somos opção, sim!», José Sousa, diz ter percorrido todas as zonas da ilha, durante estas duas semanas, daí estar em condições de afirmar estar a sua lista bem posicionada para representar a ilha da Boa Vista no parlamento. Confiante na vitória, Sousa apela à participação maciça dos boavistentes e cabo-verdianos em geral, a comparecerem às urnas e fazer valer os seus votos.

“É importante irem votar, não desistirem e continuar como nós temos sido, sempre fortes! Votar com consciência e num voto inteligente no dia 18, pronto para a mudança". Mudança essa que afirma só ser possível com a UCID, com o candidato a apontar para o objetivo de eleger um deputado por aquele circulo eleitoral. "Só assim poderemos resolver os problemas da ilha da Boa Vista”, reiterou.

A comitiva da UCID vai estar, no último dia de campanha eleitoral, com atividades porta-a-porta, na cidade de Sal-Rei.

Já Elisabete Évora, a número um da lista do MPD pelo circulo eleitoral da Boa Vista, aponta o objetivo geral do seu partido de alcançar a "maioria absoluta", pois que diz, “não é o momento de mudar de Governo”.

“Não é hora de mudança, é hora de continuar com o mesmo Governo e com os projetos. Nós avaliamos esses dias de forma positiva porque as pessoas têm nos recebido bem, tem nos dado bastante força, portanto estou confiante", assegurou, ao mesmo tempo que aproveitou o ensejo para reforçar o apelo ao voto dos cabo-verdianos.

Neste penúltimo dia da campanha eleitoral, a comitiva dos ventoinhas esteve em Sal -Rei, em contactos porta-a-porta e num encontro com os empresários da ilha. Para amanhã a lista pretende fazer um "refresco" em todas as zonas da ilha em simultâneo.

Na mesma toada dos adversários, Walter Évora, cabeça de Lista do PAICV, faz avaliação positiva das ações de campanha do seu partido e da recetividade dos boavistenses às propostas do partido da Estrela Negra.

Segundo o líder da lista dos "tambarinas" na Boa Vista, as derradeiras horas das campanhas oficiais serão "essencialmente" de reafirmação dos compromissos já feitos e do apelo ao voto.

"Aproveitamos também para apelar às pessoas a exercerem os seus direitos de voto no dia 18 de Abril. Nós fazemos um apelo à mudança, porque a situação que nós vivemos pode ser alterada. Há alternativa e o PAICV tem essa alternativa, porque nós queremos um Cabo Verde para Todos", sublinhou.

Évora, que esteve hoje na zona de Rabil a fazer campanha, reafirmou ainda o compromisso de vacinação de 70% da população de Cabo Verde até o mês de outubro.

Às legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project