ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Boa Vista: Inaugurados quatro blocos habitacionais em Chã de Salinas no âmbito do programa de erradicação de barracas 28 Maio 2022

O primeiro-ministro inaugurou, na sexta-feira, quatro blocos habitacionais em Chã de Salinas, na cidade de Sal Rei, Boa Vista, um investimento de 220 mil contos, no âmbito do programa de Realojamento e Erradicação de Barracas.

Boa Vista: Inaugurados quatro blocos habitacionais em Chã de Salinas no âmbito do programa de erradicação de barracas

No discurso de inauguração, Ulisses Correia e Silva disse tratar-se de um “momento importante” do programa iniciado há já alguns anos, pelo que congratulou-se pela fase do ponto alto deste processo que, além de casas, contempla arruamentos, rede de água, electricidade, esgotos, assegurando infraestruturas básicas.

“Temos que fazer um pacto de não voltar a construir e desenvolver barracas. Não se pode sair hoje da situação de que se encontra muitas das famílias para amanhã voltar a ter mais barracas construídas”, apelou Ulisses Correia e Silva, elucidando que, caso isso aconteça, significa não se estará a resolver o problema, o que poderá exigir investimentos de mais milhões de contos.

O chefe do Governo reiterou que a solução não é regressar às barracas, mas sim apresentar solução a todos para que ninguém fique para trás, evitando assim o estímulo a aquele tipo de construções.

Entretanto, Ulisses Correia e Silva referiu que se trata de uma responsabilidade da autarquia, do Governo, das famílias e de todos para que se consiga viver em condições, ao mesmo tempo que adiantou que haverá terrenos que serão loteados para construções aos que acharem que a construção das casas de oferta não sejam solução.

E para os que vierem à ilha trabalhar, indicou que, também terão que ter disponibilidade e condições de habitação, projectos e apoios de construção em lugares devidamente indicados e preparados.

“Isto constitui mudança para frente e para o futuro. Que cada um faça a sua parte, o que não tenho dúvida que dá incentivo para fazer ainda melhor”, considerou sob o desejo de felicidades a todos, particularmente aos moradores nesta mudança de vida de muitos que espera que seja para melhor.

O presidente da Câmara Municipal da Boa Vista, Cláudio Mendonça, por sua vez, manifestou-se satisfeito com a inauguração das moradias, na medida em que sob a sua análise, já se pode afirmar que o problema de habitação da ilha está “paulatinamente” a ser resolvido.

“A autarquia está feliz e partilha este sentimento de satisfação com os habitantes que foram realojados e aos que serão futuramente realojados”, afirmou, verificando principalmente que as pessoas poderão estar emparadas das chuvas, ao contrário do que aconteceu no ano passado em que foram fustigadas com a queda das águas.

O autarca boa-vistense instou os futuros moradores a darem bom uso às residências, ressalvando, sob pena de daqui a algum tempo ter barracas dentro dos próprios condomínios que foram edificados.

O edil boa-vistense enalteceu o esforço do Governo, da autarquia, dos parceiros e empreiteiros na concretização deste género de projecto.

“Bem-haja, parabéns a todos e aos novos beneficiários”, desejou, sob apelo que o Governo continue com a postura de juntar com a autarquia local na resolução dos problemas da ilha da Boa Vista.

O empreendimento habitacional de Chã de Salinas enquadra-se no Programa do Governo para a X legislatura bem como o Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável (PEDS) 2017-2021, no âmbito do programa de Realojamento e Erradicação de Barracas.

Foram construídos 80 T2 e 79 T0, num investimento de cerca de 220 mil contos, mais infraestruturação, requalificação e ligação à rede de esgoto que acrescentaram mais um investimento de 448 mil contos. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project