AMBIENTE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Boa Vista: PRCM assegura financiamento no valor de 530 mil euros ao projecto Tartaruga Boa Vista 20 Dezembro 2022

O Programa Regional de Conservação Costeira e Marinha da África Ocidental (PRCM) vai apoiar o projecto Tartaruga Boa Vista (PTBV), com um financiamento de 530 mil euros, disse hoje fonte do MAA.

Boa Vista: PRCM assegura financiamento no valor de 530 mil euros ao projecto Tartaruga Boa Vista

A informação foi avançada à Inforpress pelo delegado do Ministério do Ambiente e Agricultura (MAA) na Boa Vista, Xisto Baptista, que falava do projecto Tartaruga Boa Vista que este ano teve término do seu financiamento que vinha sendo suportado desde 2017 pela Fundação MAVA.

“A boa notícia é o facto de que o trabalho que tem sido feito nos últimos anos terá continuidade com a segunda fase do financiamento do Programa Regional de Conservação Costeira e Marinha da África Ocidental”, informou, precisando que o financiamento será no valor de 530 mil euros, para o horizonte 2023-2026.

Xisto Baptista explicou que o PRCM é um projecto de conservação marinha da zona da África Ocidental que já havia financiado projectos no sector ambiental e marítimo, e que a segunda fase deste permitirá que as ONG, instituições, e a delegação do MAA deem continuidade ao trabalho que vem sendo realizado na conservação e proteção da tartaruga marinha.

“Os principais ganhos são visíveis, e acho que a ilha saiu muito a ganhar com o projecto que foi antes financiado através da Fundação MAVA”, disse, reiterando os “ganhos visíveis” na redução das apanhas do animal marinho, envolvimento e sensibilização das comunidades e das escolas nas acções de conservação neste projecto.

Na parte científica, destacou o envolvimento de estudantes, de investigadores, e cientistas estrangeiros que se deslocam a Boa Vista para realizar trabalhos de final de curso, e investigações científicas, como sendo outros ganhos do projeto Tartaruga Boa Vista.

“Queremos que todo o trabalho que tem sido feito seja dado continuidade, e temos reparado que as populações locais se envolvem cada vez mais nos trabalhos locais e no projecto de conservação”, frisou, sublinhando a necessidade de haver cada vez maior envolvência das comunidades neste projecto.

A coordenadora cientifica do PTBV, Leila Almeida, também enalteceu a necessidade de continuar a trabalhar em prol da conservação e proteção das tartarugas marinhas na Boa Vista, que é a ilha mais importante, a nível nacional, e terceiro maior ponto, a nível mundial, no que diz respeito a nidificação, conservação e proteção da tartaruga caretta-caretta.

“Está em vista este financiamento futuro. E vamos continuar a reunir esforços para continuar com esta estratégia deste trabalho único que tem sido feito na ilha da Boa Vista, onde já se entendeu a importância deste projecto”, garantiu, considerando os resultados positivos do Projecto Tartaruga Boa Vista que teve o término de financiamento da Fundação MAVA.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project