LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil: 3500 casos de dengue, com 25 mortes em 3 meses – 2019 pior que 2018 23 Abril 2019

Mais flagelado é o interior do estado de São Paulo, onde se registaram dezoito mortes até meados de abril. Em Campinas, no estado de São Paulo, a vítima é uma bebé de 5 meses, atendida numa clínica privada no início deste mês. A este primeiro caso mortal de dengue na cidade desde 2015, seguiu-se na segunda semana de abril o de uma jovem de 18 anos, segundo a Globo.

Brasil: 3500 casos de dengue, com 25 mortes em 3 meses – 2019 pior que 2018

Mais dezasseis mortes foram confirmadas no mesmo estado ao longo destes últimos quatro meses. “São José do Rio Preto com quatro, Andradina, Uchoa e Birigui com duas cada são as cidades com mais mortes pela doença em 2019”.

O Brasil tem até março um número de casos confirmados da doença superior ao de todo o ano passado. Em três meses de 2019 foram registadas 25 mortes, contra 10 nos doze meses de 2018.

Vacina contra dengue

A Secretaria de Saúde do estado de São Paulo comunica ante a subida na procura pela vacina anti-dengue que esta, no entanto, só é indicada para pessoas que já tiveram a doença.

Cabo Verde e a prevenção

Em relação à dengue não houve, desde 2010, quaisquer registos da doença em Cabo Verde. Um estudo entomológico e virológico da dengue divulgado, em 2009, por investigadores do Instituto Pasteur de Dakar, indicava que os mosquitos em Cabo Verde não estavam infectados pelo vírus da dengue.

As autoridades sanitárias têm feito campanhas de sensibilização, luta anti-larvar, distribuição de folhetos e cartazes e apelos à colaboração dos parceiros e da população.

A tarefa de diminuir a prevalência de doenças transmitidas por vectores deve ser assumida como uma responsabilidade de todos, já que os focos de mosquitos muitas vezes são formados e mantidos pelas próprias pessoas nos seus lares.

Entre as medidas a tomar por cada um de nós estão: reforçar medidas de protecção individual para evitar a picada do mosquito (colocação de redes nas janelas, fazer a fumigação no domicílio, usar repelentes, entre outras), armazenar a água de forma correta, tapando todos os recipientes, bidões, tanques, vasilhas, cisternas e outros, evitando assim os criadouros do mosquito vector.

Fontes: Referidas. Arquivo: Cabo Verde regista um morto e 50 casos de paludismo, 19.10.2016

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project