LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil: Ambientalistas Dom e Bruno desaparecidos na Amazónia — ONU critica lentidão nas buscas 12 Junho 2022

Na foto, as britânicas Helen Davies, Rhianna Davies e Dominique Davies participam numa vigília em frente à embaixada do Brasil em Londres a pedir ação para investigar o que aconteceu ao jornalista Dom Phillips, seu familiar que — juntamente com o antropólogo brasileiro Bruno Araújo Pereira, responsável dos Assuntos Indígenas — desapareceu em 5 de junho na Amazónia.

Brasil: Ambientalistas Dom e Bruno desaparecidos na Amazónia — ONU critica lentidão nas buscas

A porta-voz do ACNUDH, a agência onusiana para os Direitos Humanos, Ravina Shamdasani, criticou nesta sexta-feira 10, "a lentidão do governo brasileiro nas buscas por dois conhecidos defensores da Amazónia, Dom Phillips e Bruno Pereira".

"Perdemos a esperança de os encontrar vivos", expressou Varney Thoda Kanamary, um dos coordenadores da Univaja-União das Organizações Indígenas do Vale do Javari. Esta entidade, segundo a imprensa, participou nas buscas desde o início da semana e na 6ª fª, 10 deu entrada no STF duma ação judicial.

"Pedimos ao governo que mande instaurar um inquérito e que o MIREX", o Ministério dos Negócios Estrangeiros, "entre em contacto com as autoridades peruanas para colaborarem nas buscas nesse lado da fronteira amazónica", disse Carolina Santana, a advogada da Univaja.

Desde segunda-feira, 6, vários apelos emotivos têm vindo a ser feitos por familiares do brasileiro Pereira e do britânico Dom Phillips (foto). Enquanto na segunda-feira, a brasileira Alessandra Sampaio expressou "Dom está vivo", já na sexta admitiu que tem "uma pequena esperança" de que o marido esteja vivo.


6 suspeitos detidos

A polícia anunciou ter encontrado material genético na região próxima à fronteira com a R. Peru, o qual será comparado com o ADN dos dois desaparecidos.

Entre as seis pessoas que foram detidas como suspeitos no desaparecimento de Dom e Bruno, está o armador de pesca Amarildo Costa (foto da sua detenção na 6ªfª) apontado como líder de uma rede que explora ilegalmente as riquezas da fauna amazónica. Outros serão traficantes de cocaína mas também de madeiras entre outros.
— -

Fontes: BBC/LExpress/LeMonde/Globo... Fotos: Manifestação da irmã do jornalista e as filhas dela em frente à embaixada do Brasil em Londres. Amarildo "Pelado" detido depois de polícia encontrar no seu barco vestígios de sangue.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project