LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil: Bolsonaro é um “charlatão” e o seu Governo é antidemocrático – deputado Alexandre Frota 08 Agosto 2022

O deputado federal brasileiro Alexandre Frota considera que o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, é um “charlatão político” que chefia um Governo antidemocrático e que os brasileiros devem tirá-lo da presidência no dia 02 de outubro, data das eleições presidenciais.

Brasil: Bolsonaro é um “charlatão” e o seu Governo é antidemocrático – deputado Alexandre Frota

“Um charlatão político, um enganador e a gente precisa dia 02 de outubro tirar esse homem que não tem o menor caráter para Governar o nosso país”, disse à agência Lusa Alexandre Frota.

Alexandre Frota, conhecido pelo público português pela sua participação em vários ‘reality shows’ em Portugal, é deputado federal desde 2019, eleito no estado de São Paulo, e na altura época filiado ao partido do Presidente Jair Bolsonaro, o PSL.

Nesse mesmo ano, o ex-ator é expulso por Bolsonaro do partido na sequência de várias críticas ao Presidente brasileiro: “Ainda bem que ele pediu a minha expulsão”, conta à Lusa Alexandre Frota, acrescentando que Bolsonaro lhe fez “uma série de promessas que não cumpriu, principalmente na área da cultura”.

O deputado federal de 58 anos - filiado Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), um partido de centro-direita, que tem nos seus quadros figuras como o ex-prefeito de São Paulo, João Dória, o deputado federal Aécio Neves e que tem como um dos fundadores o ex-presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso – orgulha-se de ter sido “o primeiro deputado a entender e a sair dessa uma espécie de seita bolsonarista”.

Frota acusa ainda o atual Presidente brasileiro de ser “um homem extremamente desqualificado, louco, que não quis aprender, que não se cercou de gente boa para gerar para o Brasil o que ele havia prometido” durante a campanha presidencial de 2018, e de este Governo ser “extremamente antidemocrático”, que “não entende as diferenças, que não fala com as mulheres, que não fala com as classes minoritárias, um Governo ausente”.

Na opinião do deputado federal, que se encontra em campanha eleitoral, desta vez para tentar ocupar uma vaga de deputado estadual em São Paulo, este Governo está “recheado” de corrupção, cortou investimentos na ciência e tecnologia, educação, saúde e destrata “os mais pobres”.

Numas eleições altamente polarizadas entre Jair Bolsonaro e o ex-presidente e candidato às presidenciais Lula da Silva, Alexandre diz que vai “deixar mais para a frente a decisão do voto do Lula”.

Mas insiste: “jamais votarei no Bolsonaro”.

Simon Tebet, senadora e candidata do PSDB às presidenciais brasileiras não consegue acabar com a polarização entre os dois candidatos, considera, e por essa razão não contará com o apoio seu apoio.

Alexandre Frota, que admite voltar a viver em Portugal e que tem saudades do país, mostra-se ainda confiante na eleição para o cargo de deputado estadual já que, afirma, tem uma história ao longo dos anos de deputado federal, de defesa das mulheres brasileiras, dos autistas, das classes minoritárias e LGBTIQ+.

O agora deputado federal ganhou o seu espaço público na política brasileira durante a onda de protestos em 2013, tendo sido umas das presenças constantes nas manifestações contra, na época, a presidente brasileira Dilma Rousseff.

O Brasil elegerá o próximo Presidente em 02 outubro, numa consulta em que também serão escolhidos os governadores dos 27 estados do país, membros das câmaras legislativas estaduais, e membros da câmara alta e da câmara baixa do parlamento.

Segundo o Supremo Tribunal Eleitoral, o Brasil terá 156,4 milhões de pessoas elegíveis para votar nas eleições gerais de outubro, um recorde no país e que representa um aumento de 6,21% em relação ao número de 2018. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project