LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil: Bolsonaro recebido por Trump tuìta sobre projeto-lei de previdência dos militares “ainda por receber” – Voltam problemas com hidrelétricas 19 Mar�o 2019

Bolsonaro que viajou neste domingo, 17, para os Estados Unidos, para se reunir na terça-feira, 19, com o presidente norte-americano, Donald Trump, antes de partir deixou nas redes sociais a informação de que ainda não lhe tinha sido apresentada a versão da lei da previdência dos militares.

Brasil:  Bolsonaro recebido por Trump tuìta sobre projeto-lei de previdência dos militares “ainda por receber” – Voltam problemas com hidrelétricas

A mensagem do ocupante do Palácio do Planalto tem a mesma data do seu desembarque (foto) em Washington DC, onde Bolsonaro chegou no domingo, antevéspera da reunião desta terça-feira, 19, com o homólogo da Casa Branca.

“Informo que ainda não me foi apresentado [sic!] a versão do projeto de lei que trata da previdência dos militares. Possíveis benefícios, ou sacrifícios, serão divididos entre todos, sem distinção de postos ou graduações. Vamos valorizar e unir a tropa no ideal de melhor servir à [sic!] Pátria”, lê-se no Twitter de Jair Bolsonaro. O presidente do Brasil, consta, escreve sem consultar o gabinete de comunicação – tal como Trump cujas ‘gaffes’ na mesma rede social fizeram ganhar audiências, até que o presidente dos Estados Unidos decidiu submeter os seus escritos a revisores.

A reforma dos militares, noticia a Agência Brasil desta segunda-feira, 18, deverá ser enviada pelo governo federal ao Congresso no próximo dia 20. Na melhor das hipóteses, já que a comissão do Planalto para a área da Economia e os representantes dos militares tardam em chegar a um consenso.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) fora entregue, a 20 de fevereiro, pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso. Mas "as mudanças relativas à categoria dos militares na reforma previdenciária", escrevem os media, ainda não tinham sido enviadas, como o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, tinha explicado a jornalistas, enquanto estava na Câmara dos Deputados na comitiva que acompanhou Bolsonaro.

Sobre o projeto de lei dos militares, Marinho afirmou: “Só vamos entregar daqui a 30 dias. Ou seja, enquanto estiver tramitando o projeto da própria PEC".

Alerta em mais uma hidrelétrica da Vale faz retirar população local

As imagens das redes Globo e Record-Brasil, na manhã de domingo, mostram que as chuvas que atingiram a cidade de Rio Preto, na Zona da Mata, em Minas Gerais, na noite de sexta-feira, 15, causaram estragos na barragem da ‘Usina Hidrelétrica Mello’, que pertence à empresa mineradora Vale.

Por prevenção, 29 pessoas que moram na área de influência da hidrelétrica tiveram que deixar, no sábado, as suas casas. Estão alojadas em estabelecimentos hoteleiros da região por conta da empresa Vale.

Fontes: Agência Brasil/Globo/Estado de são Paulo/Outras referidas. Foto do site da presidência brasileira, refere a fonte deste jornal.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project