LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil: Crime organizado mata, faz reféns, cerca cidades em assalto surreal a bancos 02 Dezembro 2020

Criciúma, em Santa Catarina viveu "uma noite de terror" da segunda para a terça-feira, em mais um assalto, desta vez marcado pelo "surrealismo", com a cidade de 145 mil habitantes a ser cercada por mais de trinta bandidos fortemente armados em uma dúzia de viaturas. Na noite seguinte foi a vez de Cametá, no Pará, viver momentos de terror com tiros e sequestro de reféns.

Brasil: Crime organizado mata, faz reféns,  cerca cidades em assalto surreal a bancos

O assalto a uma agência do Banco do Brasil em Criciúma que deixou um morto, lojas incendiadas e com vitrinas estilhaçadas terá começado a ser planeado há mais de três meses. Os criminosos terão começado por fixar residência na cidade e capital do município homónimo em fins de agosto, disse a polícia na quarta-feira ao diário regional Notícias de Santa Catarina.

Na noite seguinte também em Santa Catarina, outra agência bancária sofreu uma tentativa de assalto. Esta fracassou-a, mas não sem antes ter sido destruída uma instalação da Polícia e incendiado um carro.

Também na noite seguinte desta vez foi Cametá, cidade a 235 km da capital paraense, Belém, que viveu momentos de terror com tiros e sequestro de reféns (fotos ao alto) por uma quadrilha.

A ação envolveu mais de 20 criminosos fortemente armados com fuzis e teve, mais uma vez, uma agência do Banco do Brasil como alvo. Os reféns foram capturados em um bar e usados como escudo. Um deles acabou morto por arma de fogo e outro morador da cidade foi atingido na perna, mas não corre risco de morte, segundo o Globo.

"Estou rico, Deus é bom": 4 pessoas "apanharam" mais de 800 mil reais

Vídeos a circular nas redes sociais mostram pessoas a correr na quarta-feira de madrugada em Cametá atrás das notas que voavam dos carros na fuga dos assaltantes. "Estou rico, Deus é bom", ouve-se por diversas vezes. Mas essa "sorte" foi breve.

A polícia estadual de Santa Catarina anunciou horas depois, na quarta-feira, que tinham sido detidas quatro pessoas, que tinham consigo um total de 810 mil reais. Elas foram filmadas enquanto corriam atrás das notas que voaram dos carros dos assaltantes. Uma dessas viaturas foi mais tarde encontrada incendiada a 18 km de Criciúma.

Até ao final da tarde de quarta-feira, ninguém dos assaltantes — que tanto podem ser trinta como cinquenta — tinha sido detido.

Fontes: Referidas. Fotos (das redes sociais): As duas cidades do sul do Brasil, distantes entre si mais de três mil quilómetros, viveram madrugadas de terror nesta terça e quarta-feira.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project