LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil: Detida no Rio por fingir-se infectada com novo coronavírus 11 Fevereiro 2020

A mulher de 39 anos, que se deslocou na sexta-feira à noite à clínica em Copacabana, no centro do Rio, afirmava ter sintomas do coronavírus, alegando ter regressado de Hong Kong, onde tinha trabalhado como ama. Residente na cidade, ela procurava obter acesso prioritário a cuidados médicos nessa clínica, indicou no domingo a polícia local.

Brasil: Detida no Rio por fingir-se infectada com novo coronavírus

A comissária encarregada do caso explicou que a mulher acabou detida, depois de ter feito perder tempo a numerosos profissionais de saúde durante várias horas.

Primeiro, a equipa médica colocou-a numa sala isolada e submeteu-a a vários exames. O Ministério da Saúde foi alertado como prevê o protocolo estabelecido pelas autoridades de saúde.

O alerta foi levantado só quando familiares dela revelaram que ela nunca saiu do Brasil e que nem sequer tem passaporte.

O 2019n-CoV, o nome oficial do novo coronavírus, já infetou mais de 34.500 pessoas e já matou 811 pessoas na China, segundo revelou a OMS no domingo, 9.

Além do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, há casos de infeção confirmados em mais de 20 países. A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou em 30 de janeiro uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional, o que pressupõe a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial.
...
Fontes: Agência Brasil/Globo/Arquivo. Foto: Bondinho Pão de Açúcar. A boleia do coronavírus frustrou-se e a ’desalmada carioca’ acabou detida.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project