LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil-Eleição presidencial: "Assassinato de Marcelo teve motivação política" repercute nos ’media’ mundo fora 12 Julho 2022

Marcelo Arruda, guarda municipal e tesoureiro do PT, foi assassinado neste domingo por um seguidor do presidente Bolsonaro e o caso ganhou destaque na imprensa internacional. Em França destaca-se a denúncia de Lula sobre o “discurso de ódio” de Bolsonaro. A agência anglófona Reuters destaca esta “violência pré-eleição”, como “mau presságio” para a campanha eleitoral.

Brasil-Eleição presidencial:

Nos Estados Unidos, o New York Times, ressaltou que "o PT denuncia a morte de um seu militante".

Em Espanha, a agência EFE ressaltou o impacto da "morte do petista" na política brasileira enquanto o El País destacou no título que um petista foi morto por um bolsonarista.

Na Argentina, o online Página 12 apontou o crime como resultado do "discurso de ódio da militância antipetista". O La Nación e o Clarín também vinculam o assassinato de Arruda à sua militância ideológica. Também o Infobae e o Cronica destacam Arruda como “líder do PT” e Guaranho como “seguidor de Bolsonaro” que invadiu a festa dos 50 anos do petista "a gritar a favor de Jair como Bolsonaro”.


Bolsonaro cobra investigação de "morte do petista" e culpa esquerda por violência
.
...
Relacionado: Brasil-Eleição presidencial: Tesoureiro do PT assassinado por apoiante de Bolsonaro, 10.jul.022. Foto: Marcelo Arruda festejava os seus 50 anos com uma festa temática alusiva ao candidato presidencial do Partido dos Trabalhadores.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project