LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil/Eleições: Lula da Silva amplia hipótese de vitória na primeira volta - sondagem 23 Setembro 2022

A vantagem do ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva sobre o atual Presidente, Jair Bolsonaro, sobre a intenção de voto para as presidenciais de 02 de outubro, aumentou dois pontos na última semana, segundo uma nova sondagem.

Brasil/Eleições: Lula da Silva amplia hipótese de vitória na primeira volta - sondagem

Segundo levantamento divulgado na noite de quinta-feira pelo Datafolha, a dez dias das eleições mais polarizadas da história do Brasil, Lula da Silva tem 47% das intenções de voto, face aos 33% do atual Presidente e candidato à reeleição.

Assim, numa semana, o ex-Presidente aumentou a sua vantagem sobre o atual chefe de Estado de 12 para 14 pontos percentuais, segundo o DataFolha.

A sondagem, a maior até agora feita pela principal empresa demográfica do país (ouviu 6.754 eleitores em 343 cidades entre terça e quinta-feira), mostrou que a intenção de voto de Lula da Silva cresceu dois pontos percentuais enquanto a de Bolsonaro ficou estável.

De acordo com o Datafolha, cuja sondagem tem uma margem de erro de dois pontos, o resultado deixou o líder do Partido dos Trabalhadores (PT) com a possibilidade de ser eleito sem a necessidade de uma segunda volta, marcada para 30 de outubro, caso nenhum candidato obtenha mais da metade dos votos válidos.

Isso deve-se ao facto de que, levando em conta os votos válidos, ou seja, descontados os brancos e os nulos, a intenção de votar em Lula da Silva subiu de 48% na semana passada para 50% na sondagem concluída na quinta-feira, enquanto a de Bolsonaro ficou em 35%.

A estratégia do ex-Presidente (2003-2010) nos últimos dias de campanha tem sido procurar o "voto útil" dos eleitores que ainda apostam em terceiros candidatos para tentar garantir a sua eleição à primeira volta.

O Datafolha também simulou um cenário de segunda volta, que confirmou o favoritismo de Lula da Silva. Neste caso, o líder progressista seria eleito com 54% dos votos contra 38% das intenções de voto em Bolsonaro.

Essa possibilidade também reflete os índices de rejeição dos candidatos já que, segundo a sondagem desta semana, 52% dos eleitores brasileiros dizem que não votariam em Bolsonaro de forma alguma e 39% dizem o mesmo sobre Lula da Silva.

A eleição presidencial no Brasil tem a primeira volta marcada para 02 de outubro e a segunda, caso seja necessária, para 30.

As presidenciais brasileiras são disputadas por dez candidatos: Jair Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro Gomes, Simone Tebet, Luís Felipe D’Ávila, Soraya Tronicke, Eymael, Leonardo Pericles, Sofia Manzano e Vera Lúcia. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project