LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil: Herança de Gugu opõe namorado e família do apresentador da Record 11 Maio 2020

Menos de seis meses após o falecimento do Gugu Liberato — poucos dias depois de cair, em novembro, do telhado da sua casa na Flórida — a disputa da herança avaliada em um bilião de reais já teve vários lances. O mais recente é protagonizado pelo namorado do popular apresentador que pede o reconhecimento da "ligação estável homoafetiva" e, com isso, obterá acesso à divisão dos bens que o extinto Gugu deixou em testamento aos três filhos e à mãe de 90 anos.

Brasil: Herança de Gugu opõe namorado e família do apresentador da Record

No processo, o chef Thiago Salvático alega que manteve uma "ligação estável homoafetiva" de sete anos com o famoso apresentador. A abertura do testamento em dezembro mostrou que Gugu dividiu em quatro partes o seu património e espólio. Um quarto (25%) para a mãe, a portuguesa Maria do Céu, que depois ficaria para os sobrinhos e 75% para os três filhos, fruto da ligação desde 2000 com a brasileira Rose di Matteo.

Para provar o relacionamento, Thiago Salvático juntou diversos pormenores, jamais revelados e agora publicados pela primeira vez, relativos aos problemas de saúde que o apresentador, falecido aos 60 anos, enfrentou desde 2015 a 2019.

Entre os dramas familiares vividos por Gugu e que foram apresentados como prova da estabilidade da relação homoafetiva, consta o falecimento da tia materna de Gugu, a 24 de julho de 2015. Nesse dia, Gugu estava a caminho do aeroporto de Guarulhos, onde ia embarcar no voo da manhã para a Espanha onde ia encontrar-se com Thiago Salvático, que havia dois meses não via.

Em conversa por WhatsApp, com extratos anexados ao processo, Gugu hesitava entre manter a viagem ou ficar com a mãe nesse momento em que ela perdia a irmã. Acabaria por embarcar no voo da noite.

Brigas na justiça

Thiago Salvático quer a sua parte na divisão dos bens adquiridos entre novembro de 2016 até à morte do apresentador. Esse o período em que depois do "namoro de três anos, passaram a viver uma vida conjugal". Alega Thiago que prometeram um ao outro passar "o resto das suas vidas juntos e ter filhos".

Mas a briga de Thiago foi precedida da briga de Rose Di Matteo, a mãe dos três filhos de Gugu. Afastada do testamento, elaborado em 2011, a ex-companheira de Gugu entende que tinha direitos e processou a herança.

Rose pede o reconhecimento da união estável, "numa luta de Davi contra Golias", em que "Golias é toda essa mídia que a irmã de Gugu, Maria Aparecida, tem usado contra ela", segundo alega o advogado de Rose, médica de formação, a residir os três filhos desde 2015 em Orlando, na mansão que o apresentador comprou e onde "se juntava à família sempre que o trabalho lho permitia".

Segundo a sua defesa, "o acordo perfeito seria o reconhecimento de que Rose Miriam foi a companheira de Gugu Liberato. Ela tem direito a metade". Prossegue o advogado em declarações públicas que ela cederia essa metade "em favor de seus três filhos" e ficaria com "um valor de usufruto que não é nada absurdo porque Rose Miriam não é uma pessoa dispendiosa", segundo cita a Globo.

A exclusão de Rose do testamento de Gugu — decidida em 2011 foi objeto de um termo de compromissão que previa pagamentos mensais à mãe dirante a criação dos filhos" — é assim explicada: "Gugu não manteria aquele testamento se estivesse vivo", porque quando o redigiu eles estavam em crise, que depois foi superada. "Aquele testamento teve validade por um mês, um mês e meio até que eles voltaram a ter relacionamento". É que "ela tinha acabado de sair de uma internação gravíssima em quadro absurdo de depressão", "uma situação delicada, muito delicada".


Casal margarina

A defesa dela entende que "o reconhecimento de Rose como companheira é o reconhecimento da dedicação de vida. Estamos diante de uma médica que abriu mão de sua carreira, de outras coisas para se dedicar à família e ao Gugu como companheira", lê-se no processo de 128 páginas.

Dezenas de fotos em apêndice documentam a vida da dupla e dos três filhos nascidos em 2001, um rapaz, e 2003 (gémeas).

A dedicação de Rose, segundo a defesa , ultrapassou o âmbito familiar e projetou-se nos negócios de Gugu: "Ele fechou contratos graças ao casal margarina". A referência é sobre uma campanha em que Rose Miriam e Gugu formavam o "casal margarina", o "casal que vende" e que foi «modelo para "n" casais por aí».

Prossegue a defesa que o "casal margarina" aparecia em "dezenas de capa de revista", "ela submissa aos desejos dele".

O advogado, Nelson Wilians, disse à Globo sobre as expectativas de "que o juiz tenha sensibilidade porque um processo desses se arrastar muito, quanto mais tempo demora, pior é para todos". "A Dona Maria do Céu, a mãe dele é uma senhora de 90 anos e tenho certeza que ninguém quer essa exposição prorrogada".

Fontes: G1/Relacionado: Brasil: Gugu da ’RecordTV’ morreu em queda na Flórida, 24.nov.019. Fotos: Gugu n.1959 e alegado namorado Thiago Salvático, chef n.1988.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project