ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil:Primeira mulher à frente do Banco do Brasil escolhida por “competência técnica” 17 Janeiro 2023

Tarciana Medeiros tornou-se hoje a primeira mulher brasileira presidente do Banco do Brasil, enalteceu o facto histórico, mas garante que este é um “reconhecimento da competência técnica”.

Brasil:Primeira mulher à frente do Banco do Brasil escolhida por “competência técnica”

É um reconhecimento de competência técnica”, disse, em conferência de imprensa da sua tomada de posse no Centro Cultural Banco do Brasil.

Visivelmente emocionada, agradeceu ao Presidente brasileiro Lula da Silva, a sua nomeação histórica que fez dela a primeira mulher a liderar a instituição nos seus 214 anos de história.

Com uma pós-graduação em Administração, Negócios e Marketing e outra em Liderança, Inovação e Gestão, Medeiros ocupa desde 2021 o cargo de gestora executiva no Conselho de Administração de Clientes de Particulares e Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil, que tem mais de 85 mil funcionários.

“Prometo entregar resultados para os nossos acionistas (…) contribuindo para o desenvolvimento do país”, disse Medeiros, uma antiga feirante nordestina, que é licenciada em administração de empresas e trabalha no Banco do Brasil há 22 anos.

Tarciana Medeiros de 44 anos, que substituiu assim Fausto de Andrade, nomeado pelo então presidente Jair Bolsonaro (2019-2022), garantiu que vai promover o desenvolvimento da sociedade, das pessoas e das restantes instituições públicas.

Prometeu ainda “boas práticas agrícolas, destacado apoio à agricultura familiar”, ao mesmo tempo que sublinhou a importância para a sustentabilidade socioambiental.

De seguida, Lula da Silva, Presidente do Brasil durante oito anos e que também apenas tinha escolhido homens para comandar banco, enalteceu o facto de Tarciana Medeiros ter-se tornado a primeira mulher presidente do banco.

Lula da Silva afirmou que existe preconceito e ódio contra as mulheres no poder dando um exemplo: “tudo isso resultou na queda da presidente Dilma Rousseff”.

O Presidente brasileiro disse ainda que o Banco do Brasil deve “cuidar do povo que mais necessita”, também do agronegócio, mas “voltar a acreditar no pequeno e médio agricultor rural”.

A instituição financeira obteve nos primeiros nove meses de 2022 um lucro líquido de 22,38 mil milhões de reais (hoje cerca de 4,4 mil milhões de euros) 56% mais do que no mesmo período do ano anterior. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project