ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Brasil quer ajudar Cabo Verde a desenvolver sistema de infra-estruturas de qualidade 15 Novembro 2022

O ministro da Indústria, Comércio e Energia disse hoje que Cabo Verde e Brasil perspectivam reforçar a cooperação no domínio do desenvolvimento de infra-estruturas de qualidade visando aumentar a resiliência e o crescimento sustentável do país.

Brasil quer ajudar Cabo Verde a desenvolver sistema de infra-estruturas de qualidade

Alexandre Monteiro avançou estas informações à imprensa, no final de uma visita que uma delegação de alto nível do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), do Brasil, efectuou hoje ao Ministério da Indústria, Comércio e Energia.

A missão do Inmetro ao arquipélago, que tem a duração de uma semana, tem por objectivo reforçar a cooperação com a congénere cabo-verdiana, o Instituto de Gestão da Qualidade e da Propriedade Intelectual (IGQPI), no domínio da cooperação técnica nas áreas de metrologia e da avaliação da conformidade.

“(…) Já houve uma missão do IGQPI ao Brasil e esta realiza-se um mês após, sobretudo para o conhecimento mútuo da nossa realidade para definir e desenhar um plano de cooperação à medida das nossas necessidades”, declarou o ministro.

Alexandre Monteiro considerou, neste sentido, que as infra-estruturas de qualidade são fundamentais para o desafio de desenvolvimento sustentável do país, justificando que o Governo quer construir, aumentar a resiliência do país, criando infra-estruturas de qualidade, desenvolvidas e consolidadas.

“Precisamos ter actividades empresariais diversificadas, sustentáveis e inclusivas e quando digo inclusivas temos que desenvolver, ter qualidade desde pequenas, médias empresas e a experiência brasileira é uma experiência muito boa para Cabo Verde”, apontou.

O governante destacou o avanço do Brasil na questão da metrologia, e que, ao seu ver, é importante para a protecção dos consumidores, mas também a nível empresas, com a criação de condições para que haja uma sã concorrência.

“Assim como também na avaliação de conformidade, estamos a falar na questão da certificação de produtos e serviços que Cabo Verde precisa para desenvolver cada vez mais porque é um elemento importante de penetração e de acesso a mercados interno e externos”, reforçou.

Por seu turno, o chefe da Divisão de Cooperação Técnica Internacional do Inmetro, Marcos Borges, afirmou que a instituição quer ajudar a desenvolver o sistema de infra-estruturas de qualidade em Cabo Verde e partilhar o conhecimento acumulado ao longo dos 50 anos de sua história.

“Cabo Verde tem um potencial imenso e ele tem, obviamente, as necessidades que todos os países têm de saber, por exemplo, o quilograma que está sendo vendido no supermercado é o quilograma correcto, é o vendido em todas as ilhas, isso se chama rastreabilidade dos padrões de medição, Cabo Verde precisa desenvolver essas competências técnicas”, apontou.

Marcos Borges defendeu ainda a necessidade de se apostar na qualidade dos produtos, uma vez que lembrou, vive-se num mundo globalizado e que para desenvolver esse sistema o país tem que ter certeza que é um sistema de confiança desde os laboratórios da indústria até aqueles que serão considerados referência no IGQPI, visando ajudar a ter a rastreabilidade do sistema de mediação, além disso, a certificação de produtos.

A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project